23.7 C
Espigão d\'Oeste,RO
sexta-feira, abril 28, 2017

Arquivos mensais: fevereiro 2017

Dez motoristas são presos por embriaguez ao volante em Porto Velho

Dez pessoas foram presas por dirigir embriagados, entre a noite de domingo (26) e a madrugada desta segunda-feira (27), durante a blitz da Operação Lei Seca realizada no Bairro Floresta, em Porto Velho. As abordagens e prisões foram realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pelo Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran-RO).

Em um dos casos, uma mulher foi abordada e foi constatado que a CNH dela estava vencida, assim como o licenciamento do veículo. A mulher não aceitou fazer o teste do bafômetro alegando que teria ingerido bebida alcoólica.

Conforme o registro policial, a mulher apresentava sinais na capacidade psicomotora alterada em virtude da embriaguez. Ela foi presa e levada para a Central de Polícia.

Outro homem, de 35 anos, dirigia o próprio carro quando foi abordado e realizou o teste do bafômetro, que apontou 0,72 mg/l. Com a embriaguez constatada, ele foi detido e levado para a Central de

Foi feita também abordagem em um jovem de 23 anos que passava pelo local. O jovem foi convidado a realizar o teste do bafômetro, que apontou 0,40 mg/l, valor acima do permitido. Foi dado voz de prisão ao jovem e levado para a Central de Flagrantes.

Lei Seca
É considerado crime quando o motorista é flagrado conduzindo veículos com índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.

A pena de detenção pode variar de seis meses a três anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa de R$ 2.934,70, além de sete pontos na carteira. Os condutores também tiveram a CNH apreendida. Se o motorista tiver cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores, o valor da multa é dobrado.

Continua depois da publicidade

EMOÇÃO E ALEGRIA: UMA MULTIDÃO NA BANDA DOS DINOSSAUROS

Tem emoções que, mesmo com a idade indo longe, ainda se sente profundamente, quando se vive um daqueles eventos especiais da vida. Foi o que um grupo de conhecidos nomes da TV e do Rádio de Rondônia viveu nesse sábado, durante o desfile dos 37 anos de existência da Banda do Vai Quem Quer. Na linha de frente, puxando algo em torno de 100 mil carnavalescos, lá estavam vários bonecos. Entre eles, os dos Dinossauros, o sexteto que mexeu com a mídia rondoniense e se transformou, em pouco mais de cinco anos, no maior fenômeno de audiência dos meios de comunicação em todo o Estado. O grupo, criado e idealizado pelo empresário e homem de comunicação Everton Leoni, foi o principal homenageado no desfile da Banda, nesse sábado de carnaval. Everton, o criador, não pôde estar presente, para ver de perto o quanto ele e suas criaturas são queridas pelo grande público. Ele e o professor Jorge Peixoto, também ausente, foram representados por Beni Andrade (sempre o mais procurado pelos fãs dos Dinos), Léo Ladeia, Domingues Júnior e Sérgio Pires. Como traduzir em palavras, toda a alegria que os Dinos sentiram, na concentração e no desfile da Banda? Como agradecer às dezenas e dezenas de pessoas que lá estiveram e que faziam questão de abraçar, de pedir para fazer fotos e selfies junto com os Dinos; como conseguir dizer a tanta gente que, mesmo curtidos pelos tempos, os velhos jornalistas se sentiram jovens de novo, pela festa e pelo calor do público?

Embora essa coluna seja, no seu dia a dia, dedicada a comentários políticos, informações gerais e críticas, a desse domingo abre espaço para que se registre e comente algo que, normalmente, não se faria. A Banda do Manelão está se tornando cada vez maior e cada vez mais forte. Ela representa hoje um marco na cultura popular, continuada por Siça Andrade e sua turma, ela filha do General, que decidiu tocar em frente o legado que ele deixou. A presença de uma multidão, geralmente num clima de paz e alegria, comprova isso. A homenagem aos Dinossauros foi um detalhe a mais, que se destacou na enorme festa do sábado. A Banda merece todos os aplausos. E os Dinos, velhos homens da mídia, voltaram para casa ainda mais agradecidos pelo que viveram nas ruas de Porto Velho. Eles se sentiram tão grandes quanto os bonecos que os representaram, graças ao apoio da multidão. (Sérgio Pires)

CURA MILAGROSA

Tem que se investigar, até para dar explicações claras e contundentes ao cidadão porto velhense. O caso é grave e exige que o Poder Público divulgue todo o resultado dos levantamentos que estão sendo feitos. A pergunta é simples: por que, na Prefeitura de Porto Velho, havia uma média mensal de 1.600 servidores com atestados médicos e nos dois primeiros meses de Hildon Chaves esse número caiu para menos de 500? Que milagre foi esse que curou, de forma surpreendente e com rapidez inacreditável, tantos barnabés que estavam afastados do trabalho, por problemas de doença? Se foi descoberta a cura milagrosa de tantas doenças ao mesmo tempo, que se divulgue para que os doentes da cidade também sejam beneficiados. Tirando fora a ironia, é claro que tem arroz queimado nessa história…

PERDAS NO CARNAVAL

Não foi uma sexta-feira de carnaval feliz para muita gente em Porto Velho. O dia trouxe a triste notícia da morte de duas personalidades bastante conhecidas, uma na política, outra na imprensa. A morte do ex secretário e ex vereador Abelardo Townes de Castro, enlutou não só seus familiares e amigos, mas também o PMDB, partido onde militou durante décadas. Abelardo tinha sofrido um AVC há algum tempo e desde lá não se recuperou mais. Uma grande perda, sem dúvida. Outra morte foi do Campeão. Assim era conhecido Gilson de Oliveira, jornalista esportivo que dedicou sua carreira profissional à crônica esportiva. Grande caráter, sempre feliz e sorridente, respeitado como jornalista e homem de muitos amigos, deixou uma profunda tristeza no meio da mídia. Triste sexta, para todos nós que convivemos com Abelardo e com Gilson.

KIT DE PRIMEIROS SOCORROS

Atenção motoristas desaviados: a lei absurda e idiota, que obriga o uso de faróis ligados com o sol a pino, nas estradas federais, continua valendo. Não há prova sequer de um caso, em todo o país, de que algum acidente tenha sido evitado pelo uso de faróis ligados, num país onde a claridade é intensa e a visibilidade muito boa, por quilômetros; não há tempestades de neve; não há nada que justifique, com alguma razoabilidade, o uso do equipamento. Mas os gênios que dominam as questões do trânsito no Brasil (os mesmos que inventaram o tal kit de primeiros socorros e depois um tipo específico de extintor de incêndio), acham que essa aberração vai diminuir os acidentes. A Polícia Rodoviária Federal, que é obrigada a cumprir a lei, por mais idiota que ela seja, está multando quem não usa os faróis durante o dia. Dezenas de carros já foram autuados tanto na região de Porto Velho como no interior, principalmente na BR 364, mas também em outra\s rodovias. Cuidado, portanto.

MORADIA CONTRA O CÂNCER

Há que se tirar o chapéu para o deputado Aélcio da TV. Morador de Porto mesmo assim ele não pode abrir mão do auxílio moradia. Avisou, em sua campanha, que, se eleito, doaria todo o dinheiro para instituições de caridade. No primeiro ano, fez a doação para oNúcleo de Apoio à Criança com Câncer. No ano passado, repetiu a dose, entregando um cheque de 33 mil reais, valor total do auxílio, para a construção do novo Hospital do Câncer de Porto Velho. A atitude merece, sim, ser destacada, apesar de uma ou outra voz considera-la demagógica. Não é. Por que um parlamentar que mora na cidade, tem que ganhar auxílio moradia? E por que não tem o direito de abrir mão dele? Se não o quer, como Aélcio não quis, é justo que destine os recursos de forma a beneficiar a quem muito mais precisa. Os valores relativos a 2017, da mesma forma como o foram nos dois primeiros anos de mandato, serão novamente destinados a entidades benemerentes, confirma o parlamentar.

FICHAS NA MESA

A política começa a fervilhar, a partir do segundo semestre deste ano, para entrar em ebulição entre março e setembro do ano que vem. Tem eleiçãopor aí e eleição das mais complexas. A mobilização de vários nomes importantes, na tentativa de se consolidar para a disputa, é notória. Algumas figuras importantes já andam na boca do povo, mesmo tanto tempo antes das urnas. Confúcio Moura deixa o governo, após o segundo mandato, com nota alta e vai concorrer a uma vaga ao Senado. Valdir Raupp também, Mas eles terão concorrente de peso, como o bom de voto Expedito Júnior. Acir Gurgacz quer o Governo, mas terá contra si, provavelmente, um dos nomes que mais cresce na política rondoniense: o do presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho. Que ninguém esqueça de outros poderosos ante o eleitorado, como Ivo Cassol e o prefeito Jesualdo Pires, de Ji-Paraná. Quem estará mesmo com a foto na urna eletrônica em 2018? As fichas começam a ser colocadas na mesa.

DINHEIRO JOGADO FORA

Na administração anterior, logo que assumiu, o prefeito Mauro Nazif decidiu investir pesado na compra de máquinas e equipamentos próprios. Os investimentos foram altos. Quatro anos depois, o resultado é o pior que se poderia esperar. Quase 90 por cento do total de mais de 60 máquinas estão paradas, quebradas, fora de combate, por falta de peças e outros problemas de manutenção. Algumas poucas que ainda estão em condições de uso, pouco podem ajudar no trabalho que a Prefeitura realiza nos bairros. Um levantamento que está sendo feito na Prefeitura, por técnicos da Fundação Getúlio Vargas, detectou esse grave problema. No governo Hildon Chaves, provavelmente, as máquinas estragadas não serão recuperadas, já que a preferência será dada à terceirização, porque a tese é de que ela custa menos muito menos do que manter um parque próprio, que tem altíssimo custo de manutenção. Em breve, se ouvirá falar mais do assunto.

PERGUNTINHA

Você, que está na festa do carnaval desde o meio da semana passada e só vai parar na madrugada de quarta, não está enchendo a cara de pinga e depois saindo por aí, dirigindo, não é?

Continua depois da publicidade

Trabalhadores ficam ‘presos’ a 12 m de altura após guindaste estragar

Dois trabalhadores que prestavam serviços na parte externa de um prédio ficaram “presos” no cesto de um guindaste, a 12 metros de altura, após um problema mecânico no guindaste hidráulico, em Rolim de Moura (RO), na região da Zona da Mata. O caso ocorreu neste fim de semana de Carnaval e o Corpo de Bombeiros foi acionado para realizar o resgate dos trabalhadores, por meio de uma escada. Ninguém se feriu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, dois trabalhadores que prestam serviços para uma construtora estavam realizando o serviço de dentro do cesto, na parte externa de um prédio, localizado na Rua Afonso Pena.

Em certo momento do serviço, o guindaste hidráulico apresentou problema e os trabalhadores ficaram presos e suspensos a aproximadamente 12 metros de altura.

Ao perceberem o problema, os homens comunicaram o fato a um funcionário que estava no chão, que, por sua vez, acionou o Corpo de Bombeiros. Ao chegarem no local, os bombeiros ergueram  uma escada longa até alcançar o cesto onde a dupla estava.

No fim, os trabalhados foram resgatados sem ferimentos.  O G1 não conseguiu contato com a construtora, responsável pelo guindaste.

Continua depois da publicidade

Rapaz de 20 anos é encontrado morto e garota ferida em bairro de Vilhena

Um rapaz de 20 anos foi encontrado morto e uma garota, de 18, ferida em uma residência da Rua 1.515, no Bairro Cristo Rei, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. O crime foi registrado no domingo (26). A jovem foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, ao Hospital Regional (HR), com traumatismo craniano.

Uma vizinha relatou à Polícia Militar (PM) que o casal costumava tomar café com ela, mas não foram no domingo. Com a ausência,a mulher foi até a casa deles, encontrou a porta aberta e os dois estendidos no chão.

A moradora chamou a PM e o Corpo de Bombeiros, mas o rapaz já estava morto. Conforme o HR, a garota deu entrada na unidade com traumatismo craniano, em situação crítica, porém estável. Ela foi encaminhada, à noite, para o Hospital de Urgência e Emergência Regional (Heuro) de Cacoal (RO), que não informou seu estado de saúde nesta segunda-feira (27).

A PM e a perícia estiveram no local na manhã desta segunda-feira. No registro policial não é informado se havia lesões nos corpos dos jovens. Um vizinho falou ao G1 que a casa tinha bastante movimentação, e que o motivo poderia ser o uso de drogas.

Conforme a perícia, somente o laudo poderá apontar as causas da morte do rapaz e dos ferimentos da garota.

Continua depois da publicidade

Mês do Carnaval teve “folia” de gols no futebol amador de Espigão do Oeste, Cacoal e Região.

Este blog e a Semelc fez um levantamento dos jogos amistosos dos clubes durante o mês de fevereiro. Em Espigão do Oeste saíram 53 gols na Série B, média 4.41 gols por jogo. Na Série A foram anotados 61 gols, média 5.8.Somados os jogos das duas séries, saíram 114 gols em 24 partidas, o que dá uma média de 4.75 gols por jogo.

Somando os jogos de EOE, Cacoal e Região saíram 109 gols em 24 jogos da Série B média 4.54 e 129 gols nos 24 jogos da Série A média 5.37 por partida. Somadas as séries foram 48 jogos e 238 gols média 4.95 gols por jogo. O placar 2×1 foi o que mais se repetiu, foram 9 vezes sendo 6 na Série B.

A seguir os resultados;

05/02/17 domingo;

Kapa 80 x Cachoeira

3×4.

2×2.

Vila Nova x Alo Rondônia.

8×1.

5×1.

P.A.2 x Rio Preto.

1×2.

0x4.

Santa Rosa x União da Vitória.

2×2.

2×3.

Grêmio x Luverdense.

3×3.

5×2.

Corinthians-13 x Josino Brito.

5×2.

11×1.

Brasilzinho x Barcelona Suruí.

3×0.

12×0.

12/02 domingo;

União da Vitória x Kapa 80.

4×1.

3×0.

Alo Rondônia x Santa Rosa.

0x2.

3×8.

Força Jovem x Grêmio.

0x3.

5×1.

Corinthians x Operário.

2×1.

9×1.

Linha É x Cachoeira.

1×2.

1×2.

Carajás x Cruzeiro.

0x2.

2×3.

26/02/17 domingo;

Santa Rosa x Cachoeira.

2×2.

0x1.

Grêmio x União da Vitória.

3×2.

3×3.

Corinthians-13 x Brasilzinho-10.

2×1.

2×3.

Josino Brito x Avaí.

2×5.

2×4.

Operário x União Projetada.

1×0.

3×2.

Corinthians-13 x Brasilzinho-10.

2×1.

2×3.

Integração x Bandeirantes.

2×8.

1×2.

Poeirão x Andreazza.

2×5.

3×1.

Princesa Isabel x Real Madri.

2×1.

4×1.

Juventude Rolim de Moura x São Vicente.

1×4.

2×0.

Palmeirinhas x Barcelona.

1×3.

1×2.

Mais informações a respeito dos jogos amadores você tem no programa SportS 96 da Mega FM que vai ao ar de segunda a sexta-feira com a edição e apresentação de Ticika Pufal.

 

Continua depois da publicidade

Idaron inverte calendário de vacinação para rebanho a pedido dos pecuaristas do estado

Os pecuaristas de Rondônia já estão conscientizados sobre a importância da vacinação contra a febre aftosa. No entanto, este ano vem com novidade. Conforme a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) o calendário de imunização foi invertido, atendendo a um pedido dos próprios criadores. Portanto, todo o rebanho bovino e bubalino deverá ser vacinado na primeira campanha do ano, entre abril e maio, e os animais de 0 a 24 meses, em outubro e novembro.Para o fiscal agropecuário Dalmo Bastos, esta mudança é benéfica, já que devido ao excesso de manejo, a taxa de gestação animal estava diminuindo. “Então, os produtores se reuniram, apresentaram um ofício na Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon) e pediram a inversão do calendário, ficando todos os animais no início do ano e no final do ficou a estação de monta sem causar um prejuízo econômico para eles”, explica o fiscal.Ainda de acordo com Bastos, os produtores foram informados sobre a inversão ainda em 2016. “Aquele produtor que não estiver sabendo desta inversão, na hora que ele for comprar a vacina para seu rebanho, ele vai ser informado que terá que aumentar a quantidade e levar para todos seus animais”, garante o fiscal.

Com a mudança, Rondônia terá calendário ajustado com a maioria dos estados brasileiros. Outra adequação que deverá ocorrer com a inversão do calendário de vacinação é o fornecimento de vacina. Para a campanha de abril/maio, as lojas agropecuárias deverão ter disponíveis doses suficientes para todo o rebanho e na etapa de outubro/novembro o estoque deve ser suficiente para vacinar apenas parte do rebanho.

A Idaron ressalta que as datas das campanhas continuarão as mesmas, ou seja, a 42ª etapa de vacinação ocorrerá entre 15 de abril e 15 de maio, tendo até 22 de maio para declarar a imunização na Idaron. Já a 43ª etapa ocorrerá de 15 de outubro a 15 de novembro, tendo até 22 de novembro para a declaração.

Continua depois da publicidade

Pesquisa reproduz pela 1ª vez efeitos da zika no ciclo completo da gestação

Pesquisadores brasileiros conseguiram pela primeira vez reproduzir em laboratório o modelo mais realista das malformações congênitas causadas pelo vírus da zika, como a microcefalia. Eles também descobriram que ela está relacionada com a segunda e a quinta semana de gestação nos seres humanos. Antes, acreditava-se que o maior risco estava em outra fase da gravidez.

Nós pensávamos que a exposição crítica seria um pouco mais tardia, por volta do início do segundo trimestre. Mas, os nossos estudos mostram que não. Na realidade, ela é muito precoce”
José Xavier Neto, pesquisador do LNBio

“Nós pensávamos que a exposição crítica seria um pouco mais tardia, por volta do início do segundo trimestre. Mas, os nossos estudos mostram que não. Na realidade, ela é muito precoce”, explica José Xavier Neto, pesquisador do Laboratório Nacional de Biociências (LNBio), que integra o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP).

No entanto, o pesquisador Murilo Carvalho afirma que isso não significa que exista um período seguro de exposição. “Isso não quer dizer que nós estamos dizendo que existe uma janela segura de que as grávidas poderiam ser expor ao zika”, complementa.

Caminho
Ainda segundo os pesquisadores do LNBio, o estudo rastreou o caminho que o vírus da zika percorre no organismo dos seres humanos, com a ajuda do trabalho feito em camundongos saudáveis. Eles receberam a mesma quantidade de vírus que o Aedes aegypti pode transmitir ao picar o homem. Isso não havia sido feito ainda pelos cientistas.

Os pesquisadores destacam neste mapeamento a hidrocefalia, que consiste no acúmulo de líquido no cérebro e pode até matar as células do sistema nervoso, além de reduzir o tamanho do cérebro. A hidrocefalia, segundo pesquisas anteriores, precede a microcefalia.

ós mostramos que antes da hidrocefalia há um processo de falha na fusão do tubo neural [estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e à medula espinhal]. É um processo que provoca um defeito nas paredes do tubo”
José Xavier Neto, pesquisador do LNBio

“Nós avançamos nisso. Nós mostramos que antes da hidrocefalia há um processo de falha na fusão do tubo neural [estrutura embrionária que dará origem ao cérebro e à medula espinhal]. É um processo que provoca um defeito nas paredes do tubo”, explica Xavier Neto.

Todo este processo de falha no tubo neural pode levar, de acordo com o cientista, a hidrocefalia e depois a microcefalia, que são as malformações tardias. O fechamento correto do tubo permite o desenvolvimento ideal do sistema nervoso central (cérebro e medula).

O pesquisador Murilo Carvalho destaca, que ao pesquisar o caminho do vírus da zika no organismo, foi detectado que ele é rapidamente eliminado da corrente sanguínea.

“Mas de algum modo ele chega aos órgãos da fêmea (camundongo), e até na placenta. E acaba rompendo a placenta e chegando ao embrião, o que causa a malformação, em especial a falha no fechamento do tubo neural”, conclui Carvalho.

Continua depois da publicidade

Motociclista perde controle do veículo e morre ao colidir em roda de caminhão na RO-470

Um homem de 40 anos morreu na noite de domingo (26) ao perder o controle da direção da motocicleta e se chocar contra a roda de uma caminhão na rodovia estadual RO-470, próximo a Ouro Preto do Oeste. Identificado como Anilson Soares de Souza, de 40 anos, transitava pelo local, também conhecido por Linha 200 e perdeu o controle do veículo no momento em que passou por um quebra-molas.

A vítima, que residia no final da Linha 202, em Vale do Paraíso, seguia numa motocicleta Honda Bros e morreu no local do acidente. A Polícia Militar compareceu no cruzamento da rodovia estadual com a vicinal 153 para o registro da ocorrência.

Continua depois da publicidade

Dupla é presa com droga, arma e nove facões artesanais em área de conflito agrário

Dois homens foram presos na manhã de domingo (26) com arma, alimentos e mantimentos, nove facões artesanais em formato de espadas, um tubo de pólvoras, dois rádios de comunicação, além de uma quantidade de maconha na Linha 204, acesso ao distrito de Rondominas, durante diligências nas áreas de conflito agrário da região de Ouro Preto do Oeste. Conforme a polícia, os dois estavam em uma motocicleta com uma carretinha acoplada transportando os itens apreendidos. Identificados como Ozeias P.O., de 30 anos, e Denivalter B.N., de 41 anos, a dois foram conduzidos para a Delegacia Civil de Ouro Preto do Oeste e flagranteados pelo delegado Julio Cesar de Souza Ferreira por porte ilegal de arma de fogo, tipo revólver calibre 32, marca Taurus, e por posse de entorpecente. Denivalter saiu recentemente do presídio onde cumpriu 10 anos de prisão por tráfico de drogas, e Ozeias Pereira tem passagem por furto e por tráfico.

De acordo com informações do cabo PM Bernardo, comandante da viatura do Grupo de Operações Especiais (GOE) com os soldados Nascimento, Jean Carlos e Coltro, foi dada ordem de parada para a dupla, momento em que Dernivalter jogou a arma no mato à margem da estrada. Na revista, foi encontrado um grande invólucro de substância entorpecente. Na carretinha, foram encontradas várias facas artesanais.

O comandante da patrulha destacou que o GOE está realizando um serviço de transparência para balancear um pouco essa guerra entre sem terras por disputa por locais de invasão, evitando assim que possíveis homicídios venham a ocorrer. Na última semana, a guarnição itinerante do GOE apreendeu na região de Mirante da Serra, do outro lado da BR-364, dois revólveres de posse de líderes de ocupações na Fazenda Boi Oitenta, localizada na Linha 76.

Continua depois da publicidade

Menina de 13 anos morre ao cair de moto pilotada pelo próprio pai, em RO

Uma adolescente de 13 anos morreu após cair da garupa de uma moto e ser atingida por uma carreta na BR-364, próximo da cidade de Jaru (RO), durante o final de semana de Carnaval. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a menina caiu do veículo depois do condutor do veículo, que é pai da vítima, perder o controle da direção em uma freada brusca, no Km 407.

Ainda conforme a PRF, o pai da garota conduzia a motocicleta pela BR-364, quando precisou frear bruscamente para desviar de um buraco. Com a freada brusca, o motociclista perdeu o controle da moto e a jovem foi lançada da garupa da motocicleta contra uma carreta que seguia na pista contrária.

Após ser atingida pela carreta, a jovem teve ferimentos graves e morreu na hora. Segundo os policiais, o pai da menina é um morador da zona rural, não estava alcoolizado e não se feriu com gravidade devido ao acidente. O caso foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal de Jaru (RO)

Continua depois da publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade