29.7 C
Espigão d\'Oeste,RO
terça-feira, abril 25, 2017

Arquivos diários: 7 de março de 2017

ALE realiza solenidade em homenagem ao Dia Internacional da Mulher

As servidoras dos departamentos e gabinetes da Assembleia Legislativa foram homenageadas na manhã desta terça-feira (7) durante solenidade realizada pela Casa de Leis, que antecipou a comemoração pelo Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março.

O presidente Maurão de Carvalho (PMDB) presidiu a mesa composta, ainda, pelos deputados Edson Martins (PMDB), Jesuíno Boabaid (PMN), Só na Bença (PMDB) e Anderson do Singeperon (PV), o promotor de Justiça, Héverton Alves de Aguiar e a secretária-geral adjunta da Assembleia, Marilu Silveira.

O pastor Aroldo Carvalho abriu a solenidade abordando o valor da mulher na sociedade brasileira e finalizou sua participação com oração dedicada a todas as servidoras presentes.

A diretora do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo de Rondônia (Sindler), Mara Valverde, uma das organizadoras da solenidade, apresentou vídeo que destacou as lutas e reivindicações das mulheres para conquistarem seus direitos e leis trabalhistas.

Em seguida, a chefe de gabinete da presidência da ALE, Irma Fogaça, apresentou vídeo em homenagem a deputada Lúcia Tereza, falecida no ano passado. A apresentação contou a trajetória política da parlamentar e sua paixão pelo município de Espigão do Oeste.

Segundo Irma, Lúcia Tereza foi uma grande representante da mulher rondoniense e sempre deixou clara sua necessidade de estar perto de pessoas e ajudando a quem precisasse.

“As portas da casa da minha amiga Lúcia Tereza sempre permaneceram abertas. Seu trabalho era totalmente voltado para o povo e Espigão do Oeste chora pela ausência dessa mulher digna, honrada, batalhadora, como todas vocês aqui presentes. Lúcia estará para sempre em nossos corações”, declarou Irma.

Duas dos cinco filhos da parlamentar, Giovana dos Santos e Joyce dos Santos, participaram da solenidade em que representaram a mãe homenageada e, emocionadas, receberam flores das mãos do presidente Maurão e do vice-presidente, Edson Martins.

Maurão de Carvalho agradeceu a presença de todas as servidoras e das filhas da colega parlamentar a quem se dirigiu ao destacar o trabalho de Lúcia Tereza que, segundo o presidente, deixou um legado na história da política rondoniense.

“Agora, mais do que nunca é uma obrigação nossa continuar trabalhando e honrando o legado da minha nobre e querida amiga Lúcia Tereza. Uma mulher especial, como todas vocês aqui presentes e como as mulheres da minha vida, minha esposa (Elisângela) e minhas filhas (Jhersyka, Jhennyffer e Kennyffer). Vocês contribuem para o bom funcionamento desse Poder, muito obrigado”, agradeceu o presidente.

O vice-presidente da Casa de Leis, Edson Martins parabenizou as servidoras e agradeceu a presença das filhas da deputada Lúcia Tereza. Para o parlamentar, Lúcia teve importante papel na entrada da mulher na política, sendo a primeira prefeita eleita na Amazônia.

O deputado Anderson do Singeperon, que assumiu a vaga de Lúcia Tereza na Assembleia, disse ter consciência da responsabilidade em ocupar a cadeira de uma parlamentar, que escreveu sua história política sempre prezando pelo respeito à pessoa humana.

Anderson, diante das filhas da parlamentar, se comprometeu a exercer o cargo de deputado com dignidade e honestidade, assim como, Lúcia o exercia. “Quero continuar a missão que Lúcia Tereza nos deixou”, frisou o deputado que citou sua relação com a mãe ao agradecer a presença de Giovana e Joyce.

Só na Bença, parabenizou as servidoras da ALE pela data comemorativa e também homenageou Lúcia durante seu pronunciamento. O deputado destacou sua amizade com a parlamentar e ressaltou a saudade da relação de carinho mútuo que existia entre ele e Lúcia.

O deputado Hermínio Coelho (PDT) citou a Lei Maria da Penha que só foi aprovada, após muita luta e sofrimento. Segundo o parlamentar, ainda é vergonhoso os índices de violência contra a mulher e que há muito que se fazer para combater os crimes e defender os direitos da classe feminina. Hermínio também prestou homenagem a deputada Lúcia Tereza.

 

Palestra

Durante uma hora o promotor da 14ª Promotoria de Justiça do Ministério Público de Rondônia, Héverton Alves de Aguiar ministrou palestra sobre a violência praticada contra a mulher e as medidas protetivas.

O promotor apresentou estatísticas e dados que mostram números alarmantes de mulheres assassinadas no Brasil. Segundo Héverton Aguiar, 3.282 mulheres foram mortas entre março de 2015 e março de 2016.

A violência informou o promotor, na maioria dos casos parte do companheiro da vítima. Ainda segundo Héverton, uma mulher é estuprada a cada 11 minutos, de acordo com registros policiais.

O promotor ressaltou a necessidade de políticas públicas voltadas ao amparo e empoderamento das vítimas que, segundo ele, muitas vezes não encontram alternativas a não ser retornar à convivência com seus agressores.

Continua depois da publicidade

Anderson do Singeperon assegura emenda para compra de medicamentos e insumos farmacêuticos para Espigão do Oeste

O deputado estadual Anderson do Singeperon (PV) assegurou nesta segunda-feira (06/03) a destinação de emenda para o município de Espigão D’Oeste (RO) para a compra de medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos para atender a população. O anúncio foi feito durante reunião com o secretário de Estado de Saúde, Williames Pimentel, o secretário adjunto, Luiz Eduardo Maiorquim e a secretária Municipal de Saúde de Espigão do Oeste, Jucilane Bordinhão, no Palácio Rio Madeira.

 

Para o parlamentar é de fundamental importância que haja iniciativas e ações conjuntas voltadas ao suprimento de medicamentos. “Quem sente dor ou necessita de medicamentos para tratamento não pode esperar”, declarou o deputado nesta segunda-feira (6), durante reunião na Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

 

A falta de medicamento nos municípios no âmbito do serviço de atenção básica à saúde é uma realidade em Rondônia como também em todo o país. E com as contenções econômicas nos estados, ante a crise ou risco de crise, a situação tende a piorar.

 

Sala de Estabilização

 

Na reunião, Anderson levou a indicação da vereadora de Espigão do Oeste, Lirvani Storch (PP) da necessidade de uma sala de estabilização (ala vermelha), para atender pacientes em estado grave. A estrutura evitaria muitas situações em que pacientes têm que ser levados para outros municípios. “Eu fiz esse compromisso de correr atrás desse projeto para que vire uma realidade aos cidadãos de Espigão”, ressaltou o deputado.

 

Pimentel informou que já existe uma emenda parlamentar que contempla 24 municípios, dentre eles Espigão do Oeste. O deputado Anderson do Singeperon se comprometeu em acompanhar o processo e ressaltou que está sempre a disposição para ajudar a apoiar as causas em benefícios da população de Espigão do Oeste.

Continua depois da publicidade

Ministério Público obtém liminar para impedir fechamento de escolas rurais em Seringueiras

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de São Miguel do Guaporé, obteve decisão liminar que obriga o município de Seringueiras a manter em funcionamento duas escolas municipais. Por ordem judicial, a Administração Municipal não poderá impedir ou dificultar a realização de matrículas, assim como extinguir quaisquer das turmas das Escolas José Bonifácio e Epitácio Pessoa, sob pena de multa diária que pode chegar até R$ 200.000,00.

A medida foi concedida em ação civil pública ajuizada pelo MP, a qual relata os prejuízos pedagógicos, emocionais e sociais para os estudantes que teriam que se deslocar por extensos trechos até a área urbana do município, percorrendo estradas em péssimas condições, em trajetos que durariam até quatro horas, por dia, para os alunos prejudicados, o que de fato restringe o acesso dos infantes à educação.

O Ministério Público destacou que as recentes mudanças na legislação de regência visaram a garantia do acesso à escola pública mais próxima da residência dos estudantes, conforme o disposto no art. 53, V, da Lei Federal n.º 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente), assim como estabelecido no art. 3, VI, da Lei n.º 9.394/96 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional).

Acolhendo a tese ministerial, a decisão do Poder Judiciário, ressalta que a presente ordem constitucional veda o retrocesso social, ao mesmo tempo em que, quanto ao direito à educação, impõe ao Estado o dever de prestá-la adequadamente, o que inclui o acesso à escola pública próxima à sua residência, sob pena de inviabilizar a garantia constitucional de acesso à educação.

Continua depois da publicidade

Pai estupra filha lésbica para “mostrar que sexo é melhor com homem”

A violência contra os homossexuais é diária. O público LGBT sofre os mais variados tipos de preconceito e, muitas vezes, até mesmo ações criminosas. Esses crimes podem ser cometidos por estranhos e, até mesmo, por quem deveria defender essas pessoas, como membros da própria família. Na cidade de Warkwick, no Reno Unido, por exemplo, um crime chamou a atenção da mídia internacional.

Um pai estuprou a própria filha. O motivo? Ela é lésbica e seu progenitor queria “ensiná-la” que o sexo com um homem era melhor do que o com uma mulher. O caso foi noticiado pelo tabloide britânico The Sun na sexta-feira (3).

A condenação do pai da menina lésbica ocorreu recentemente. O estuprador da própria filha foi condenado a 21 anos de detenção. Ele abusou sexualmente da garoto por pelo menos três vezes. Durante o julgamento do homem, que não teve o nome identificado pela reportagem, a vítima esteve no tribunal e contou que seu pai a obrigava a fazer sexo à força com o intuito de exibir que “transar com machos era bem melhor”.

Quando os abusos aconteceram, a adolescente estava iniciando sua vida sexual e sentia atração apenas por meninas. A garota tinha 16 anos quando os estupros ocorreram.

Durante o julgamento do pai, o juiz do caso lembrou que, além do #Estupro em si, o progenitor mostrou um comportamento homofóbico, tentando provar para filha uma coisa impossível, de que ela conseguiria gostar mais de uma coisa do que de outra. O magistrado ainda lembrou que, além de fazer a filha de vítima sexual, o pai a degradou e a humilhou diante dela mesma e da sociedade por conta de sua condição sexual.

Para o juiz, identificado como Andrew Lockhart, o pai foi hostil com o fato de sua filha ser lésbica e, a partir daí, cometeu a atitude bárbara. No Reino Unido, além de serem presos, os abusadores entram em uma espécie de livro, no qual fica contida a informação que um dia eles já violentaram alguém.

Apesar do caso ter sido julgado agora, os estupros aconteceram há cerca de 20 anos, no final da década de 1990. Em sua sentença, o juiz frisou a importância de que crimes como esse sejam sempre ouvidos, não importando há quanto tempo eles ocorreram.

Continua depois da publicidade

Depois dessa, o melhor para Marinha seria encerrar a carreira

por Gessy Taborda


Alvo de uma denúncia muito forte de apadrinhamento político que poderia causar danos irreversíveis à unidade do Hospital do Câncer de Barretos em Rondônia, a deputada Marinha Raupp, mulher do senador Valdir Raupp, dificilmente vai segurar politicamente com condições de renovar mais uma vez o mandato de deputada federal.

Nem com todo o marketing eleitoral de que sempre desfrutou Marinha Raupp está melhor hoje do que quando começou sua carreira política. A deputada Marinha não exercita como antigamente o seu invejável jogo de cintura, que foi fundamental para a carreira política de seu próprio marido.

FALTA DE HUMILDADE

Se tivesse o dom da humildade e se tomasse doses de simancol, Marinha deveria reconhecer que está irremediavelmente desacreditada. Se parasse agora ainda teria chances de manter a pose de uma “figura de estado” em Rondônia. Mesmo se compreendesse que já está vivendo o dilema da “embalagem viciada”, a deputada certamente não terá coragem de parar, pois o poder está agarrado em sua pele.

Uma política assim, que motiva críticas e acusações com o peso das formuladas pelo diretor do Hospital de Câncer de Barretos pode até comprometer o desempenho eleitoral do Senador Raupp que, como se afirma, não endossa o apadrinhamento patrocinado por sua mulher.

SÍNTESE DA DENÚNCIA

A denúncia contra a deputada (por vários mandatos) do PMDB tem como autor nada mais e nada menos que Henrique Prata, o diretor do Hospital do Câncer. Segundo ele, a deputada assumiu o apadrinhamento da Clinica São Peregrino, mantendo seu credenciamento junto aos órgãos oficiais da Saúde no tratamento do Câncer, num esforço para garantir que “uma simples clínica, sem condições de garantir tratamento de ponta na especialidade do câncer” criando problemas aos pacientes com a utilizar equipamentos totalmente ultrapassados receba dinheiro público dentro de um sistema de esvaziamento do Hospital, referência de tratamento da doença na América Latina.

Continua depois da publicidade

Prazo para desconto da cota única do IPTU de Espigão do Oeste vai até abril

Um contribuinte que mostrou o Cârne de 2013 e o que chegou agora em 2014.

O desconto para pagamento da cota única do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2017 se estende até 28 de abril em Espigão D’Oeste (RO), a 539 quilômetros de Porto Velho. A cota única tem desconto de 20%, e o imposto pode ser pago em seis parcelas, sem desconto. As guias estão disponíveis no site da prefeitura.

Conforme o poder executivo, quem não recebeu o carnê para o pagamento pode solicitar a segunda via através da página do Departamento de Receitas, no Portal da Prefeitura, ou comparecer no departamento em horário de expediente, das 7h às 13h.

O pagamento pode ser efetuado no autoatendimento dos bancos, na internet ou diretamente no caixa do respectivo banco. As guias já estão com o exato valor a ser recolhido. Segundo a prefeitura municipal de Espigão D’Oeste, o contribuinte que optar pelo pagamento parcelado deve estar atento as datas.

Datas para pagamentos:
1ª parcela com vencimento no dia 28/04/2017
2ª parcela com vencimento para o dia 31/05/2017
3ª parcela com vencimento para o dia 30/06/2017
4ª parcela com vencimento para o dia 31/07/2017
5ª parcela com vencimento para o dia 31/08/2017
6ª parcela com vencimento para o dia 29/09/2017

Continua depois da publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade