22.3 C
Espigão d\'Oeste,RO
sábado, maio 27, 2017

Arquivos diários: 20 de março de 2017

Capturado o suposto assassino do homicídio ocorrido na zona rural de Espigão do Oeste

A Polícia Civil de Espigão através do Sevic, capturou o suposto assassino do senhor Geraldo Nilton Tres. ( Veja o caso aqui)

Oscar dos Santos, encontra-se detido à disposição da justiça. Amanhã o delegado Rafael da Costa Dourado, irá detalhar o caso em coletiva de imprensa as 09h30m.

*Obs.: O nome correto do infrator é Oscar dos Santos

Publicidade

PRF flagra foragido da Justiça apreende portando CNH falsa trafegando pela Br 364

Na manhã do último domingo(19), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um foragido da Justiça de São Paulo portando documento falso durante a fiscalização de rotina realizada no quilômetro 760 da Br-364, sentido crescente, em Porto Velho/RO.  Por volta das 10 horas, os Agentes da PRF abordaram o veículo FIAT/STRADA HD, ano 2016, de cor branca, oriundo de Porto Velho/RO com destino Acrelândia/AC, conduzido por um homem de 31 anos de idade. Ao ser solicitado os documentos de porte obrigatório o motorista apresentou Carteira Nacional de Habilitação com sua foto, porém no nome de outra pessoa. Efetuada a consulta nos sistemas de segurança foram encontradas ainda mais divergências nas informações e um Mandado de Prisão em aberto no Foro de CAMPINAS/SP.  Diante dos fatos a ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal na Capital.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ PRF Rondônia

Publicidade

Ariquemes sediará Jogos Intermunicipais de Rondônia 2017

Para sua 11ª edição, os Jogos Intermunicipais de Rondônia (JIR) tiveram cinco cidades na disputa para sediá-los: Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná, Presidente Médici e Vilhena. Após vistoria dos espaços, realizado na última semana, no auditório do Museu da Memória Rondoniense (Mero), em Porto Velho, o Conselho Estadual do Desporto e Lazer (Conedel) anunciou Ariquemes como a cidade-sede para os jogos neste ano.

Esta será a primeira vez que Ariquemes receberá a competição, que nas edições anteriores foi realizada em Ji-Paraná (1983 – 1986 – 2012), Cacoal (1984 – 2011), Guajará-Mirim (1985), Presidente Médici (2013) e Vilhena (2014). A segunda cidade escolhida pela comissão foi Ji-Paraná, caso Ariquemes não seja inviabilizada.

O conselho escolheu Ariquemes de acordo com o relatório dos técnicos da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), que no começo do mês realizou os trabalhos de medição, vistorias e fotografias dos equipamentos esportivos das cidades inscritas. “A inspeção foi realizada por profissionais da área com o intuito de proporcionar aos atletas melhores condições”, disse Rodnei Paes, titular da Sejucel.

Segundo os fiscais, Ilmar Esteves e José Carlos, todas as cidades que competiram possuem o mínimo para realizar os jogos e deverão fazer algumas adaptações para atender à dimensão que os jogos passaram a ter.

História dos JIR

Com o objetivo de dar oportunidade para atletas de alto rendimento e promover intercâmbio, integração com as práticas esportivas, o JIR, que a primeira edição realizado em 1983, teve 13 municípios inscritos e tinha apenas cinco modalidades: basquetebol, handebol, vôleibol, futsal e pedestrianismo (práticas esportivas que consiste em percorrer a pé caminhos e trilhas na natureza ou na zona urbana). Na segunda edição, em Cacoal, 15 municípios se inscreveram. Já na terceira edição, em Guajará Mirim, as competições ocorriam em 11 modalidades. Na época todos os municípios de Rondônia participaram. Para a cidade de Costa Marques, foram disponibilizados dois navios recreio para os atletas se deslocarem para os JIR. Após a edição em Ji-Paraná, em 1986, os jogos tiveram uma paralisação durante 25 anos.

m 2011, o governador Confúcio Moura tendo conhecimento da importância do JIR pediu para que fosse resgatasse o evento poliesportivo. Com a volta das competições, em Cacoal, os atletas, técnicos, profissionais de educação física, gestores esportivos e os municípios renasceu a esperança para outro patamar do esporte dentro do estado.

Em 2012, Ji-Paraná realizou a competição com 12 modalidades esportivas e a participação de 15 municípios. Em 2013, Presidente Médici contou com 13 modalidades, número igual ao de Vilhena quando sediou em 2014 e colocou o JIR em outro patamar esportivo. Cacoal bateu o recorde em 2015 com 26 municípios inscritos, enquanto que no ano passado Ji-Paraná voltou a receber o JIR, se tornando a cidade com maior número de realização dos jogos, e a cidade de Cacoal se tornou hexacampeão. Atualmente, os Jogos contam com cerca de 13 modalidades, atendendo a mais de 2.500 pessoas, envolvendo atletas, dirigentes e equipe técnica.

Fonte: Portalamazonia

Publicidade

Presos fazem greve de fome para mudar cardápio de presídio em RO

Detentos de um pavilhão realizaram uma greve de fome por 24 horas, de domingo (19) até a tarde desta segunda-feira (20) na Casa de Detenção de Jaru (RO), município a 290 quilômetros de Porto Velho. Eles reivindicam mudanças no cardápio das alimentações servidas no almoço e na janta. De acordo com a unidade prisional, por conta da recusa na alimentação, todas as marmitas foram doadas aos moradores de rua do município.
O diretor do presídio, Fred Barbosa, diz que atualmente a unidade possui 166 apenados, mas apenas 46 detentos do pavilhão A1 participaram do protesto durante a recusa das três refeições. “A marmita que foi entregue a eles estava variada com arroz, macarrão, ovo, salada e peixe frito. Entretanto, eles se recusaram comer e se queixaram da qualidade do peixe da marmita”, relata.
Eles iniciaram um princípio de motim, chutando a porta da cela, o que colocou a estrutura interna do local em risco e posteriormente, foi preciso que os agentes penitenciários interviessem na ação.
“Os agentes penitenciários precisaram efetuar disparos de bala de borracha para conter os ânimos dos detentos. Entretanto, eles continuaram com greve de fome e recusaram o café da manhã servido nesta segunda”, explica o diretor geral da Casa de Detenção.
Por fim, Fred Barbosa, informou ao G1 que uma reunião foi realizada durante a manhã desta segunda-feira e todo o problema foi resolvido. “Conseguimos resolver a situação na base da conversa com os detentos. As marmitas do almoço foram servidas normalmente sem haver mudanças e todos eles se alimentaram”, detalha.

Fonte: G1

Publicidade

Estudantes podem concorrer a partir de hoje a vagas não preenchidas do Fies

Estão abertas, a partir de hoje (20), as inscrições para concorrer às vagas que não foram preenchidas no processo seletivo do primeiro semestre do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As inscrições deverão ser feitas exclusivamente na página do Sistema de Seleção do Fies, o FiesSeleção, na internet.

As vagas remanescentes são voltadas para candidatos que tenham participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2010, obtido nota mínima de 450 pontos nas provas e não ter tirado nota 0 na redação. Além disso, é necessário comprovar renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos. Podem participar da seleção inclusive aqueles que já tentaram o financiamento pelo processo seletivo regular e não obtiveram sucesso.

Após o registro no FiesSeleção, o candidato deverá concluir a inscrição no Sistema Informatizado do Fies (Sisfies) nos dois dias úteis subsequentes. Os prazos de inscrição variam de acordo com a condição do estudante.

Fies

O Fies oferece financiamento a estudantes em cursos de instituições privadas de ensino superior. A taxa efetiva de juros do programa é 6,5% ao ano. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.

Neste semestre, o Fies ofereceu 150.538 vagas para 1.599 instituições, abrangendo 29.293 cursos.

Veja os prazos estabelecidos pelo MEC:

De 20 a 24 de março – Estudantes não graduados, inscritos no processo seletivo regular do Fies referente ao primeiro semestre de 2017 e que não tenham obtido o contrato de financiamento pelo fundo;

De 22 a 24 de março – Estudantes graduados, inscritos no processo seletivo regular do Fies referente ao primeiro semestre de 2017 e que não tenham obtido o contrato de financiamento pelo fundo;

De 25 a 31 de março – Estudantes não graduados, inscritos para uma vaga remanescente em curso de instituição de educação superior em que não está matriculado;

De 27 a 31 de março – Estudantes graduados, inscritos para uma vaga remanescente em curso de instituição em que não está matriculado;

De 25 de março a 22 de maio – Estudantes não graduados, inscritos para uma vaga remanescente em curso da instituição em que está matriculado;

De 27 de março a 22 de maio – Estudantes graduados, inscritos para uma vaga remanescente em curso da instituição em que está matriculado.

Fonte: Rondoniaovivo

Publicidade

MPF e MP/RO obtêm suspensão de licença da Hidrelétrica de Santo Antônio

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado de Rondônia (MP/RO) conseguiram decisão favorável do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) em um recurso. A decisão determina que o Ibama suspenda imediatamente a renovação de licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio até o início das condicionantes relacionadas ao Patrimônio Arqueológico, Pré-Histórico e Histórico. O cumprimento da decisão é imediato, sob pena de multa de R$ 50 mil por dia de atraso.

O desembargador federal Souza Prudente determinou também que a empresa Santo Antônio Energia S/A apresente, em 60 dias, três projetos: de reativação do percurso da linha da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM) até Santo Antônio; de construção e implantação de um Centro de Memória dos Trabalhadores da EFMM; e de reativação do Cemitério das Locomotivas, abrangendo restauração do material rodante, cobertura e proteção e sinalização turístico-cultural.

Em 90 dias a Santo Antônio Energia S/A também deve iniciar as obras, com contratação de pessoal, estudos arqueológicos, armazenamento de materiais encontrados, consulta a órgãos públicos e à sociedade, proteção de áreas, aquisição de materiais etc.

A decisão ainda determina obrigações a várias instituições públicas. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) deve fiscalizar a elaboração dos projetos e fiscalizar as obras. A União deve suspender imediatamente o Contrato de Cessão de Uso Gratuito entre a União e o Município de Porto Velho, retomando a administração do Complexo da EFMM para a União. O Município de Porto Velho terá que retirar todas as famílias que estão localizadas próximas aos trilhos da EFMM. Município, Estado e União estão obrigados, pela decisão, a acompanhar a execução dos projetos.

No recurso encaminhado ao TRF1, MPF e MP/RO comprovaram que há excessiva demora na revitalização da linha férrea da EFMM, que é uma das condicionantes de compensação pela construção da usina hidrelétrica de Santo Antônio. Os órgãos apontaram que oinício da reativação da EFMM deveria ter começado em 2009, pois era uma das condicionantes da licença ambiental concedida em 2011.

O TRF1 já expediu ofícios comunicando sobre a decisão ao Ibama, à Advocacia-Geral da União, ao Iphan, à Justiça Federal em Rondônia, à Advocacia-Geral do Estado de Rondônia, à Advocacia-Geral do Município de Porto Velho e à empresa Santo Antônio Energia S/A.

A decisão foi publicada hoje, 20 de março, no Diário Eletrônico da Justiça Federal da 1ª Região e pode ser consultada no site do TRF1 com o número do Agravo de Instrumento 0018746-86.2016.4.01.0000, na seção Documentos.

Fonte: Tudorondonia

Publicidade

Bill Gates lidera lista de mais ricos do mundo da Forbes pelo 4º ano seguido

Pelo 4º ano consecutivo, o cofundador da Microsoft Bill Gates lidera a lista de pessoas mais ricas do mundo, elaborada anualmente pela revista Forbes, com uma fortuna calculada em US$ 86 bilhões.
Na lista divulgada nesta segunda-feira (20), o segundo lugar ficou com o também americano Warren Buffett, da firma financeira Berkshire Hathaway, com uma fortura calculada em US$ 75,6 bilhões.
Jeff Bezos, presidente e fundador da gigante da internet Amazon, ficou pela primeira vez na 3ª posição, com US$ 72,8 bilhões. Segundo a Forbes, a fortuna dele foi a que mais cresceu no ano, com um acréscimo de 27,6 bilhões.
Logo atrás, aparece o espanhol Amancio Ortega, do grupo têxtil Inditex e a rede de roupas Zara, com US$ 71,3 bilhões.
Mark Zuckerberg (Facebook) subiu para a 5ª posição, com US$ 56 bilhões, superando o mexicano Carlos Slim, dono de um grupo de empresas que inclui a maior companhia telefônica de seu país, que ficou no sextto lugar, com US$ 54,5 bilhões.
Completam o top 10: Larry Ellison, Charles Koch, David Koch e Michael Bloomberg.
A revista informou que a lista deste ano, em sua 31ª edição, inclui 2.043 pessoas, 233 a mais que na lista do ano anterior. Trata-se de número recorde de bilionários em um ano, segundo a Reuters. Somadas, todas as fortunas representam um patrimônio de US$ 7,67 trilhões.

Lemmann é 22º mais rico
Na lista também há quatro brasileiros entre os cem primeiros. O mais bem colocado é Jorge Paulo Lemann, que aparece no posto 22, com uma fortuna estimada em US$ 29,2 bilhões. Em 2016, Lemann tinha ficado na 19ª posição, com US$ 27,8 bilhões.
Na sequência, estão os brasileiros Joseph Safra (37), com US$ 20,5 bilhões, Marcel Herrmann Telles (73), com US$ 14,8 bilhões e Carlos Alberto Sicupira (96), com uma fortuna estimada em US$ 12,5 bilhões.
A Forbes identificou 43 bilionários brasileiros. Veja lista
Trump aparece na 544ª posição
Entre os bilionários da antiga economia, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aparece na 544ª posição, com uma fortuna de US$ 3,5 bilhões.
O magnata do setor imobiliário criticou diversas vezes a avaliação de seu patrimônio por parte da Forbes porque considera que não reflete o valor da marca Trump.
Bilionários mais jovens
O cofundador e presidente da empresa de pagamentos Stripe, John Collison (26 anos), é o mais jovem bilionário que não herdou a fortuna, com US$ 1,1 bilhão. Ele é poucas semanas mais jovem que Evan Spiegel, cofundador e diretor geral da rede social Snapchat, que acaba de ser introduzida na bolsa. Aos 26 anos, o jovem empresário tem um patrimônio de US$ 4 bilhões.
Por regiões, a da Ásia-Pacífico é a que mais tem representantes (720), seguida pelos Estados Unidos (565), e Europa (530). Os Estados Unidos permanecem como o país com o maior número de bilionários em dólares, com 565, à frente da China (319, aos quais podem ser adicionados 67 de Hong Kong), Alemanha (114) e Índia (101).
Segundo a Reuters, a lista de bilionários foi fechada em 17 de fevereiro de 2017, com base nos valores das ações das empresas e índices de câmbio global.

Fonte: G1

Publicidade

Países importadores anunciam restrições à carne brasileira após operação da PF

Após a Operação Carne Fraca, que apontou fiscalização irregular de frigoríficos no Brasil, alguns países importadores anunciaram restrições temporárias à entrada de carne brasileira, entre eles a União Europeia, Coreia do Sul e China. Estes 3 países juntos responderam por 27% das exportações brasileiras de carne em 2016.
UE: pediu que o Brasil suspenda a exportação de empresas envolvidas
CHINA: carnes brasileiras estão retidas nos portos
COREIA DO SUL: baniu frangos da BRF; empresa diz que não foi notificada
CHILE: suspendeu temporariamente a importação da carne bovina
O governo brasileiro trabalha para que as restrições fiquem restritas somente às 21 unidades investigadas, e não a todas exportadoras. Durante um evento em São Paulo nesta segunda-feira (20), o presidente Michel Temer afirmou que o agronegócio não pode ser desvalorizado por um “pequeno núcleo”.
Segundo o presidente, 6 das 21 unidades suspeitas de fraudes exportaram nos últimos 60 dias. Em uma tentativa de tranquilizar os países importadores, Temer reuniu embaixadores para jantar em uma churrascaria de Brasília, no domingo.
Entre as investigadas, 5 unidades já foram suspensas de forma preventiva, informaram associações do setor. Quatro delas estão impedidas de exportar para a União Europeia, e uma para Hong Kong. As unidades fechadas não podem operar nem no mercado interno.
O Brasil é o segundo maior produtor de carne bovina do mundo e o maior exportador. O setor vendeu para mais de 150 países no ano passado e agora se preocupa com os impactos negativos do esquema de venda de carne supostamente adulterada.
A Operação Carne Fraca foi deflagrada na última sexta-feira (17), com mais de 1 mil policiais envolvidos para cumprir 309 mandados, depois de 2 anos de investigações. No total, são 21 empresas são suspeitas de fraudes.
A ação envolve grandes como a BRF Brasil, que controla marcas como Sadia e Perdigão, e também a JBS, que detém Friboi, Seara, Swift, entre outras marcas, mas também frigoríficos menores, como Mastercarnes e Peccin, do Paraná. As empresas negam irregularidades.

As medidas
Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), as vendas de carnes para a União Europeia, Coreia do Sul e China cresceram nos últimos anos e ganharam peso na pauta exportadora brasileira.
Em 2013, somaram US$ 2,82 bilhões, o equivalente a 17,8% de toda a exportação de carne do Brasil a outros países. Em 2016, passou para US$ 3,67 bilhões, 27,2% do total.
Veja quais países já anunciaram medidas:
União Europeia
Enrico Brivio, da Comissão Europeia, disse nesta segunda-feira (20) que o grupo está monitorando as importações de carne e exigiu que o Brasil suspenda temporariamente a exportação de empresas envolvidas em fraudes. O nome de nenhuma empresa foi citado.
Questionado sobre o tipo de carne envolvida na investigação – e que terá a compra suspensa -, o porta-voz afirmou que, de acordo com relatos iniciais, trata-se de frango, em sua maior parte.

Coreia do Sul
A Coreia do Sul vai intensificar a fiscalização de carne de frango importada do Brasil e banir temporariamente as vendas de produtos da BRF. De acordo com a agência Reuters, as informações estão em um comunicado do Ministério da Agricultura sul-coreano.
O ministério disse que fornecedores brasileiros de carne de frango terão que enviar um certificado de saúde emitido pelo governo brasileiro. Mais de 80% das 107.400 toneladas de frango importadas pela Coreia do Sul no ano passado vieram do Brasil, sendo quase metade fornecida pela BRF.
Por meio de nota, a BRF informou que não foi notificada oficialmente a respeito dessa “suposta suspensão” e por isso não vai se manifestar. “A companhia reitera que cumpre todos os padrões exigidos pelas autoridades brasileiras e dos países em que opera.”
No caso da Coreia do Sul, as exportações de carne saltaram de US$ 136 milhões, em 2013, para US$ 181 milhões, em 2015. No ano passado, caíram para US$ 170 milhões.
O governo brasileiro e a embaixada da Coreia do Sul foram procurados pelo G1, mas ainda não se pronunciaram.

China
A China também disse ter suspendido temporariamente, como “medida de precaução”, a importação de carne brasileira depois do escândalo revelado na semana passada.
O Ministério da Agricultura confirmou que recebeu um pedido de informação da China sobre a operação Carne Fraca. “A partir disto, as cargas do Brasil que chegarem nos portos daquele país ficam retidas nestes terminais, à espera destas explicações”, afirmou em nota.
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou que 65 empresas têm hoje autorização para exportar carne para a China. A decisão do país de reter o produto em seus portos atinge todas as empresas.
Segundo o MDIC, as exportações de carne brasileira para a China totalizaram US$ 445 milhões em 2013 e dispararam para US$ 1,75 bilhão em 2016.
A embaixada da China no Brasil foi procurada pelo G1, mas ainda não enviou comunicado.
Operação Carne Fraca
Essas medidas são uma resposta às revelações da operação da Polícia Federal, deflagrada na semana passada, que investiga a existência de um esquema montado para liberar irregularmente licenças para venda de carne e fraudar a fiscalização de frigoríficos. Segundo a PF, servidores do governo estão envolvidos nas irregularidades.
De acordo com a investigação, agentes do governo teriam recebido propina para liberar licenças de frigoríficos, que vendiam carne vencida no mercado interno e no exterior, além de usar produtos químicos para mascarar os produtos estragados. Ainda segundo a PF, os partidos PP e PMDB eram beneficiados com propina do esquema.
Veja os números da operação:
Policiais envolvidos – 1,1 mil
Prisões preventivas – 26
Prisões temporárias -11
Total de busca contra pessoas – 111
Total de buscas contra empresas – 70
Empresas investigadas – 21 (entre elas 5 foram interditadas)
O governo brasileiro vai acelerar o processo de auditoria nos estabelecimentos citados na operação, mas o Ministério da Agricultura afirmou que ‘não existe risco’ sanitário pelo consumo de carne no país.
Além das prisões, a Justiça Federal determinou o bloqueio de até R$ 1 bilhão das contas bancárias das 46 pessoas investigadas, e o Banco Central informou o bloqueio de pouco mais R$ 2 milhões.
Já o Ministério da Agricultura anunciou que 33 servidores da pasta foram afastados em decorrência da investigação. A pasta também interditou três frigoríficos, localizados em Goiás, Santa Catarina e Paraná.

Fonte: G1

Publicidade

No banho de sol, dupla de apenados serram grade de cela e fogem do presídio em Alta Floresta

Durante a manhã de sábado (18), 02 apenados que cumpriam pena no regime fechado, fugiram da Cadeia Pública de Alta Floresta.

De acordo com informações de funcionários da Casa de Detenção, os apenados serraram uma grade que fica localizada no pátio, onde dá acesso ao banho de sol, e fugiram.

Os apenados são moradores de Alta Floresta, e cumpriam pena em regime fechado, Isaias Gonçalves Mosquim responde por crime de furto e roubo, já Valdriani Martins de Freitas, tem passagem pelo crime de homicídio, trafico de droga e porte de arma de fogo. O horário da fuga possivelmente foi durante o banho de sol,

Neste momento a polícia investiga o caso e trabalha com informações na tentativa de recapturar os mesmos, a fim de colocá-los nos seus devidos lugares.

A polícia militar pede a quem vier identificar alguns dos detentos, que ligue imediatamente ao telefone 190, mantendo em absoluto sigilo o denunciante.

Fonte: Rondonoticias

Publicidade

POR MOTIVO DE VINGANÇA: BANDIDOS PRATICAM ROUBO E INCENDEIAM AUTOMÓVEL

Três criminosos armados invadiram uma residência na Rua Senegal, Bairro Cidade Nova, Zona Sul de Porto Velho – RO, na tarde deste domingo (19), praticaram roubo e incendiaram um automóvel. A dupla pretendia se vingar do morador.

Segundo o proprietário da casa, os bandidos entraram no imóvel pulando o muro e foram na direção dele. Com medo de morrer, o homem fugiu e quando retornou os suspeitos tinham incendiado um veículo modelo Astra pertencente a vítima e evadiram-se levando um televisor.

Imediatamente o Corpo de Bombeiros foi acionado juntamente com a Polícia Militar, porém, o carro foi totalmente destruído pelo fogo. A vítima, identificada como Danilo A. Z, contou aos policiais suspeitar de vingança, pois no ano de 2015 teria assassinado um ladrão que havia roubado sua motocicleta. O morador estaria respondendo pelo crime em liberdade.

Danilo acredita que os criminosos vieram com o objetivo de matá-lo. O homem é casado e tem uma filha. Por muita sorte a criança e nem a esposa se encontravam em casa no momento do crime. Buscas foram feitas pela PM, mas ninguém foi preso.

Fonte: Rondonoticias

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade