22.2 C
Espigão d\'Oeste,RO
quinta-feira, abril 27, 2017

Arquivos diários: 15 de abril de 2017

Prefeito Nilton Caetano relata os 100 primeiros dias no Programa Doutor Sociedade

O Prefeito Nilton Caetano (PP) esteve hoje (15) programa Doutor Sociedade que é apresentado por Marco Kobayashi e Roney Ribeiro. Na oportunidade falou sobre os 100 primeiros dias a frente do Executivo.

Vários internautas interagiram pelas redes sociais, enviando perguntas, elogios e críticas a administração. Nilton Caetano respondeu todos os questionamentos.

Secretários, Buracos na cidade, Saúde dentre outros temas fizeram parte da entrevista na Mega 96,9 FM. Acompanhe a entrevista na íntegra abaixo:

Continua depois da publicidade

Lei Seca reduz em 70% o número de acidentes e internamentos hospitalares e deve ser ampliada em Rondônia

Capitão Suffi apela para que se evite burlar as blitzes

Eficazes, embora ultimamente boicotadas por redes sociais e pelo aplicativo WhatsApp, as operações da Lei Seca tendem a ser ampliadas no Estado de Rondônia.

“Hoje ela é política de estado, unindo proativamente os esforços da Secretaria de Segurança Defesa e Cidadania e do Departamento Estadual de Trânsito”, observou o chefe do Centro de Comunicação Social da Polícia Militar, capitão Renato Acácio Canhoni Suffi.

Um caso guardado e mencionado como símbolo para o Comando da PM: a mãe que perdeu o filho, de 19 anos, universitário, passou a visitar escolas para debater o trânsito.

É dela a frase: “Eu gostaria que ele tivesse sido abordado na blitz, porque eu ia buscá-lo na delegacia, e não morto, no IML”.

No período de 7 de janeiro a 7 de abril, em Porto Velho, as blitzes abordaram 886 veículos e 425 motos. O Detran-RO fez 1.058 autuações e 176 carros foram removidos e 132 motos.

Neste mesmo período, a PM apreendeu 193 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo e 200 Carteiras de Habilitação. Segundo o capitão Suffi, alguns autos de infração são lavrados por agentes do Detran-RO e não ficam no arquivo da Companhia de Independente de Policiamento de Trânsito, entretanto, para efeito de estatística, são contabilizados e informados no total de autos confeccionados.

“Desde o início do vigoramento da lei, há cinco anos, conseguimos reduzir em até 70% o número de acidentes com vítimas fatais”, comentou.

Com base em informações da Direção do Hospital João Paulo II, na capital, o capitão estima em mais de 40% a redução de internamentos de pessoas vítimas de trauma por acidentes. Ao mesmo tempo, conforme ele constatou, diminuiu também a transferência de acidentados para cirurgias em outros estados.

A Lei Seca acertou outros alvos também, ao recapturar foragidos da Justiça, prender autores de sequestro em andamento e recuperar armas de fogo e diversos veículos furtados ou roubados.

Suffi ressalvou que atualmente constantes movimentações nas redes sociais e no Wathsapp resultam em mudanças de roteiro de condutores.

Informar pontos de blitzes é prejudicial, porque mesmo desviando do caminho da blitz, eles colocam em risco outras pessoas, por isso devem evitar esse comportamento, advertiu.

O capitão lembrou que alguns magistrados têm entendimento de que esses avisos telefônicos se constituem numa nova modalidade de crime.

A PM deu visibilidade a pontos estratégicos. Frequentemente, trabalha nas avenidas Pinheiro Machado, Carlos Gomes, 7 de Setembro, Rio Madeira, nas proximidades de casas de eventos e no Espaço Alternativo. Mas ainda tem dificuldades em ruas e avenidas estreitas, a exemplo da José Amador dos Reis, na zona Leste.

Suffi rejeita a costumeira frase de “corporativismo ou perseguição a estabelecimentos”, comumente atribuída contra a PM. “Não existe isso, nem protecionismo, porque independentemente da situação econômica, cor ou religião da pessoa, este trabalho é democrático, abordando a todos da mesma forma”.

Estudos feitos pela corporação conduzem à aplicação da lei à melhor transparência possível. Assim, as equipes sempre saem acompanhadas de agentes do Detran-RO e algumas vezes com agentes da Secretaria Municipal de Trânsito.

De 1º de janeiro até o final de março, 20 pessoas se recusaram ao teste com etilômetro. Deram negativos 1.187 testes, outros 128 incriminaram condutores. No total, 1.407.

A anotação de placas passou a ser comum nas operações. Ela ajuda a identificar a quantidade de constatações, recusas e testes, comparando-os ao total de pessoas abordadas, explicou o tenente.

Situações:

– A recusa do teste implica auto de infração
– Quando a pessoa alega que não constrói provas contra si, os agentes lavram o termo de constatação
– Condutor embriagado ao volante vai preso
– Quando o bafômetro indica menos de 0.33 ml, a pessoa é autuada por dirigir sob influência de álcool, e acima disso é enquadrada em crime e presa por incapacidade psicomotora alterada e devido à influência do álcool.

 VISÃO DA PM

? O trânsito depende de todos, principalmente do condutor.

? Vítima de acidente dá despesa, e ainda corre o risco de ficar incapaz. Servidores públicos ou funcionários de empresa com até 30 anos de idade estão na produtividade 100%.

? Se a vítima morrer, o custo é debitado à família, ou quando esta não tem condições suficientes para o sustento, transfere-se ao governo.

? Para conscientizar a sociedade, a PM está “de portões abertos” para escolas, faculdades, empresas, órgãos públicos e privados, para oferecer palestras a respeito de direção defensiva e embriaguez ao volante.

Continua depois da publicidade

Homem com mandado de prisão foi preso em Cacoal, RO

Homem deve cumprir sentença no mini presídio de Cacoal (Foto: Rogério Aderbal/G1)

Um ajudante de pedreiro de 29 anos foi preso na madrugada de sábado (15) no Bairro Paineiras, em Cacoal (RO), município a 480 quilômetros de Porto Velho. Contra o homem havia um mandado de prisão em aberto pelo crime de furto.

Segundo o boletim de ocorrência, durante patrulhamento da Polícia Militar (PM) pelo bairro, os policiais avistaram dois homens em uma motocicleta, em situação suspeita. Durante a abordagem, em uma pesquisa no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), foi encontrado um mandado de prisão em aberto.

O mandado era pela prática do crime de furto, de 2009. A pena da condenação é de um ano e dois meses de reclusão, em regime aberto, que deverá ser cumprido no mini presídio de Cacoal.

Continua depois da publicidade

PM descobre local de suposto comércio de drogas e dupla é presa por tráfico em Cacoal

Produtos apreendidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Cacoal (Foto: Márcio Gomes/Arquivo Pessoal)

Um jovem de 19 anos e uma mulher de 21 foram presos em flagrante na noite da última quarta-feira (12), no Bairro Nova Esperança, em Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, suspeitos de tráfico de drogas. Além da dupla, a Polícia Militar (PM) também apreendeu um menor de 16 anos. Na residência do suspeito, foram localizadas 41 peças de maconha pesando aproximadamente 352 gramas.

Durante  patrulhamento pelo Bairro Nova Esperança, um popular acionou a PM e informou que um homem há pouco tempo havia mudado para uma residência próxima e, a partir de então, vários usuários de droga passaram a frequentar o local.

Com a informação, os policiais foram até o endereço e, logo ao chegarem, avistaram o menor saindo da casa. Durante a abordagem, encontraram com o garoto uma peça de maconha.

Os policiais então realizaram uma busca na residência e foi encontrada dentro de um dos quartos da casa, uma sacola plástica contendo uma balança de precisão e 41 peças de maconha, pesando aproximadamente 352 gramas.

Após identificarem o proprietário da residência, o mesmo disse aos policiais que teria comprado a quantia total de 500 gramas de maconha, mas não disse onde estaria o restante e nem de quem havia comprado.

No quarto do suspeito, os policiais encontraram ainda dois sacos com acessórios para celulares, contendo 190 capinhas; 117 baterias; 82 películas; quatro cabos universais de USB; dois fones de ouvido; três cabos USB e um vídeo game. Sobre esses produtos, o homem disse à polícia que recebeu como pagamento de dívida, mais não informou de quem.

No local, também estava uma mulher que juntamente com o suspeito foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Cacoal, onde foram presos em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. O menor também foi levado à delegacia. Todos os produtos e a droga foram apreendidos e apresentados ao comissário de plantão.

Continua depois da publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade