Informação a Serviço da População.

Anatel proíbe venda de microcelulares no país; consumidores temem uso por pessoas ligadas ao crime

Microcelulares são aparelhos de seis centímetros que são facilmente escondidos em qualquer lugar.

 

Esses novos aparelhos não são identificados por detectores de metal e não podem ser comercializados no Brasil. A Anatel proibiu a venda desses aparelhos no último dia 17 de maio. Os microcelulares não passaram por testes de homologação. A gerente de fiscalização da agência, Rejane de França, explica.

 

Sonora: “A gente não garante que eles estejam nos padrões de qualidade de segurança: se pode pegar fogo, por exemplo, se tem capacidade técnica dentro dos padrões de segurança que a Anatel adota.”

 

Publicidade

Publicidade

Consumidores, como o auxiliar administrativo Douglas Ferreira, é totalmente contra por acredita que pessoas ligadas ao crime, seja nos presídios, seja nas saidinhas de bancos vão usar o aparelho para fins escusos.

 

O professor de engenharia elétrica Hugo Dias alerta que os aparelhos podem ser usados para práticas de crimes dentro e fora dos presídios.

 

Já a cuidadora de idosos Maria Eleuda tem o novo celular e aprovou o produto.

 

Apesar de proibido, esse tipo de aparelho está sendo comercializado por sites especializados. Mas a Anatel adverte que o consumidor, ao adquirir um celular desse tipo, corre riscos.

Centranet
Veja mais
Comentários
Carregando...