Publicidade

Para sua 11ª edição, os Jogos Intermunicipais de Rondônia (JIR) tiveram cinco cidades na disputa para sediá-los: Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná, Presidente Médici e Vilhena. Após vistoria dos espaços, realizado na última semana, no auditório do Museu da Memória Rondoniense (Mero), em Porto Velho, o Conselho Estadual do Desporto e Lazer (Conedel) anunciou Ariquemes como a cidade-sede para os jogos neste ano.

Esta será a primeira vez que Ariquemes receberá a competição, que nas edições anteriores foi realizada em Ji-Paraná (1983 – 1986 – 2012), Cacoal (1984 – 2011), Guajará-Mirim (1985), Presidente Médici (2013) e Vilhena (2014). A segunda cidade escolhida pela comissão foi Ji-Paraná, caso Ariquemes não seja inviabilizada.

O conselho escolheu Ariquemes de acordo com o relatório dos técnicos da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), que no começo do mês realizou os trabalhos de medição, vistorias e fotografias dos equipamentos esportivos das cidades inscritas. “A inspeção foi realizada por profissionais da área com o intuito de proporcionar aos atletas melhores condições”, disse Rodnei Paes, titular da Sejucel.

Segundo os fiscais, Ilmar Esteves e José Carlos, todas as cidades que competiram possuem o mínimo para realizar os jogos e deverão fazer algumas adaptações para atender à dimensão que os jogos passaram a ter.

História dos JIR

Com o objetivo de dar oportunidade para atletas de alto rendimento e promover intercâmbio, integração com as práticas esportivas, o JIR, que a primeira edição realizado em 1983, teve 13 municípios inscritos e tinha apenas cinco modalidades: basquetebol, handebol, vôleibol, futsal e pedestrianismo (práticas esportivas que consiste em percorrer a pé caminhos e trilhas na natureza ou na zona urbana). Na segunda edição, em Cacoal, 15 municípios se inscreveram. Já na terceira edição, em Guajará Mirim, as competições ocorriam em 11 modalidades. Na época todos os municípios de Rondônia participaram. Para a cidade de Costa Marques, foram disponibilizados dois navios recreio para os atletas se deslocarem para os JIR. Após a edição em Ji-Paraná, em 1986, os jogos tiveram uma paralisação durante 25 anos.

m 2011, o governador Confúcio Moura tendo conhecimento da importância do JIR pediu para que fosse resgatasse o evento poliesportivo. Com a volta das competições, em Cacoal, os atletas, técnicos, profissionais de educação física, gestores esportivos e os municípios renasceu a esperança para outro patamar do esporte dentro do estado.

Em 2012, Ji-Paraná realizou a competição com 12 modalidades esportivas e a participação de 15 municípios. Em 2013, Presidente Médici contou com 13 modalidades, número igual ao de Vilhena quando sediou em 2014 e colocou o JIR em outro patamar esportivo. Cacoal bateu o recorde em 2015 com 26 municípios inscritos, enquanto que no ano passado Ji-Paraná voltou a receber o JIR, se tornando a cidade com maior número de realização dos jogos, e a cidade de Cacoal se tornou hexacampeão. Atualmente, os Jogos contam com cerca de 13 modalidades, atendendo a mais de 2.500 pessoas, envolvendo atletas, dirigentes e equipe técnica.

Fonte: Portalamazonia

Comentários Facebook
Publicidade Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.