fbpx
Informação a Serviço da População.

Publicidade

Publicidade

Cerca de 300 pessoas participam protesto contra usina; BR-364 segue fechada

Real Turismo

Cerca de 300 manifestantes participam do protesto dos moradores de Abunã, distrito de Porto Velho, que interditou a BR-364 na madrugada desta sexta-feira (2), na altura do quilômetro 927. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atualizou o número e diz que continua negociando a liberação da rodovia. Houve um acordo que garantiu a liberação temporária da pista por uma hora, das 13h às 14 horas.Os moradores colocaram pneus, madeira e um caminhão para impedir a passagem de veículos, além de atear fogo nas laterais. Segundo a PRF, o movimento segue pacífico.

O ato é organizado pela Associação dos Ribeirinhos, Pescadores, Moradores e Produtores de Abunã (Arpa), que reclama do descaso com a comunidade, incertezas quanto ao processo de realocação dos atingidos pela construção do lago da UHE Jirau. O grupo pede a revogação da licença da usina até que sejam cumpridas as condicionantes impostas na licença instalação do empreendimento. Um documento foi enviado ao Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama-RO) informando sobre o bloqueio da rodovia federal.

O superintendente do Ibama em Rondônia, Carlos Paraguassu, explica que se reuniu com os moradores antes da BR ser interditada, mas que não pode atender as reivindicações dos moradores e aguarda a resposta do Ibama de Brasília. “Nós do Ibama de Rondônia não podemos fazer nada e eles estão cientes disso. Eu estive reunido juntamente com alguns moradores da região e passei todas as informações dizendo que o que eles estão reivindicando não se resolve no Ibama do nosso Estado e sim da diretoria de licenciamento do Ibama em Brasília. Assim como os moradores, eu estou aguardando o parecer da diretoria”, explica.

Publicidade

Publicidade

A PRF não soube informar o tamanho do congestionamento formado nos dois sentidos da rodovia. A última atualização era de um quilômetro. Ainda segundo a PRF, a Usina Jirau já foi notificada, solicitando que um representante seja enviado até o manifesto.

Centranet
por RondoniaAgora
da RondoniaAgora
Veja mais
Comentários
Carregando...