Publicidade

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) oferece a partir desta terça-feira (21) ensino aos apenados do Presidio Regional de Rolim de Moura, da 1ª série do ensino fundamental ao ensino médio. São 56 apenados do regime fechado, dos quais 44 são homens e 12 mulheres. De acordo com o Conselho Regional de Educação de Rolim de Moura (CRE), o sistema de ensino será modular e as aulas serão ministradas pelo Centro Estadual Educacional de jovens e Adultos (Ceeja), nos turnos manhã e tarde, de segunda a quarta-feira.

O presidio de regime fechado, que tem 221 detentos, teve 120 inscritos, e 56 foram selecionados com base em critérios utilizados pela direção, como bom comportamento, seis meses sem falta, tempo de pena já cumprido além do interesse do apenado.

O diretor do presídio, Lindomar Abreu, explicou que há quatro anos vem trabalhando para implantar a educação no sistema prisional, que já tinha algumas aulas mas não em definitivo como agora. “Esperamos que os apenados saibam e queiram de forma dedicada aproveitar esta oportunidade que é muito valiosa para todos”, destacou.

Para a a juíza Cláudia Maciel, da Vara de Execução Penal, a educação é o único caminho para a ressocialização no mundo atual, pois um País em todos os aspectos só se constrói com o fundamento da educação. “Esta ação educativa  no município de Rolim de Moura se apresenta com todos os aspectos positivos, não só para os apenados, mas para toda a sociedade”.

O programa conta ainda com o apoio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e de todos os profissionais envolvidos.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.