Publicidade

Para tentar diminuir os furtos de hidrômetros das residências enfrentados pelos moradores, a nova empresa responsável pelo abastecimento de água potável e esgoto de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, anunciou que vai substituir os hidrômetros de todos os consumidores. De acordo com a Águas de Ariquemes, os novos hidrômetros que serão instalados possuem menos materiais utilizados no processo de reciclagem, o que deve evitar a comercialização.

O diretor-presidente da empresa, José Benedito Braga, explica que os hidrômetros que existem no município possuem grande quantidade de cobre na composição e possuem um valor agregado alto até mesmo como sucata.

Publicidade
sãopaulo
sãopaulo
sãopaulo
sãopaulo

“Na medida em que nós começarmos a fazer a gestão de todo o procedimento do abastecimento por inteiro ocorrerá a substituição dos equipamentos antigos por novos. Os hidrômetros novos são de menor valor, funcionam tão bem quantos os presentes e não possuem o cobre em sua ligação”, comenta.

Em 2016, a Companhia de Água e Esgoto de Rondônia (Caerd), antiga empresa responsável pelos serviços, chegou a registrar mais de 70 furtos de hidrômetros por mês e os prejuízos chegavam a ultrapassar a quantia de R$ 80, pois cada medidor custa em média R$ 106,67.

Com os novos equipamentos, o diretor-presidente da Águas de Ariquemes acredita que o problema dos furtos deve encerrar após os hidrômetros serem trocados. “Como o equipamento não possui valor comercial e conseguimos adquiri-los por um preço bem mais abaixo, os infratores não conseguem revender”, relata.

Conforme a empresa, a instalação dos novos medidores de água nas residências não terá nenhum custo aos consumidores. Os novos hidrômetros, além de evitar que sejam alvos dos furtos, irão proporcionar uma menor perda da água tratada.

Construção da Estação de Tratamento de Água
Uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA) está em fase de conclusão no Setor Marechal Rondon, em Ariquemes. Segundo a Águas de Ariquemes, a estação atual produz cerca de 170 litros de água por segundo e a nova ETA ao entrar em funcionamento irá proporcionar 252 mil litros de água por hora, sendo um acréscimo de mais de seis milhões de litros na capacidade do fornecimento de água por dia no município.

Segundo a empresa, após a instalação da nova ETA, a estação existente deve passar por reparos e poder voltar a funcionamento.

“Se parássemos o sistema já existente, isso implicaria automaticamente no desabastecimento de água. Então, se foi necessária a instalação da nova primeiro para depois poder recuperar o sistema existe e garantir que a população esteja sempre atendida pelo serviço de água”, comenta José Benedito.

Conforme a Águas de Ariquemes, o investimento aplicado nos novos equipamentos que possuem os três módulos distintos de floculador, decantador e filtro estão orçados em R$ 2,5 milhões. A previsão da empresa é de que a nova ETA comece a entrar em funcionamento na próxima sexta-feira (24).

PublicidadeOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.