fbpx
Informação a Serviço da População.
Real Turismo

Encontro do PMDB em Ariquemes indica que governador Confúcio Moura é candidato ao Senado em 2018

Raupp, que vai à reeleição, tenta minar candidatura do coreeligionário

Durante o encontro do PMDB realizado no sábado, 09, em Ariquemes, uma faixa estendida por simpatizantes sinalizou: o governador Confúcio Moura, que vinha negando a intenção de disputar o pleito do ano que vem, deve ser candidato a senador.
Confúcio nega ter estimulado o ato, mas o fato de a manifestação  acontecer na cidade que é seu berço político, indica que ele também não se opôs à iniciativa. O senador Valdir Raupp, que controla o PMDB em Rondônia, é candidato à reeleição e tenta tirar Confúcio da jogada, não estava presente no encontro.
Publicidade

Publicidade

Para um experiente político da capital, a jogada é a seguinte: Confúcio tem um plano A, que é concorrer a senador. E quer fazer isso no PMDB, partido ao qual foi filiado a vida inteira. Ele até estaria disposto a disputar junto com Raupp as duas vagas. O ato, portanto, teria sido uma forma de pressionar a legenda a definir sua situação.
Caso não consiga espaço em seu atual partido, o governador estaria propenso a se filiar a outra agremiação. Uma das que lhe abririam as portas, garantindo a vaga para concorrer a senador, seria o PSB, do vice-governador Daniel Pereira. Aliás, Pereira, que herda o mandato com a eventual renúncia do peemedebista, garantiria um governo seguro para ele até o dia 31 de dezembro.
SINAIS
Outro político de projeção estadual avaliou que a candidatura de Confúcio ao Senado é irreversível. E fez duas revelações para explicar o prognóstico: Cira Moura, irmã do mandatário, estaria procurando um partido para concorrer a deputada federal, eliminando a chance do governador poupar Raupp, deixando –o com a vaga e tentando a Câmara. Mais: o próprio Moura teria adiantado que, em breve irá discutir com a esposa e as duas filhas a possibilidade de brigar pelo Senado, aproveitando seu favoritismo nas pesquisas. “As duas filhas querem é ficar perto dele. E moram em Brasília. Onde um senador trabalha?”, raciocinou o entrevistado, pedindo anonimato.
Centranet
por folhadosulonline
da folhadosulonline
Veja mais
Comentários
Carregando...