Governo de Rondônia autoriza lavratura de escritura pública para regularização de lotes no Distrito Industrial de Porto Velho

“Esse documento faz parte de uma realização de um sonho de investimento que vai contribuir para o desenvolvimento do estado com geração de renda e emprego”, enfatizou o empresário Vanderlei Queiroz Coutinho, da Sorveteria Dullim, ao receber o documento de autorização para lavratura de escritura pública das mãos do chefe de gabinete da Vice-Governadoria, capitão Marcelo Victor Duarte, e do diretor-executivo da Superintendência de Desenvolvimento Estadual (Suder), Pedro Teixeira.

Além da empresa do Vanderlei, o Governo de Rondônia entregou na manha de terça-feira (26) autorização para lavratura de escritura pública para os representes da Raisul Logística, Guaporé Máquinas e Equipamentos LTDA, Roda Viva Indústria e Gráfica e Editora LTDA – ME, Isabela Madeiras LTDA, Rodoxisto Rodovias Xisto LTDA, TCA Técnica em Construção Eireli-ME e a Açoron Indústria e Comércio de Ferro e Aço LTDA – ME, para que possam realizar  investimento com segurança jurídica em seus lotes no Distrito Industrial de Porto Velho.

Publicidade

Publicidade

A entrega ocorreu no gabinete do vice-governador Daniel Pereira, que no ato foi representado pelo o chefe de gabinete da Vice-Governadoria, capitão Marcelo Vitor Duarte, e a Suder foi representada pelo diretor-executivo, Pedro Teixeira, que no ato estava substituindo o superintendente Basílio Leandro de Oliveira.

O diretor-executivo da Suder explicou que a demora na expedição da autorização para lavratura de escritura pública é devido às analises dos critérios e as exigências que têm que ser obedecidas para que o empresário possa receber toda a documentação necessária com  segurança para que, no futuro não tenham dissabores.O empresário Mikael Esber disse que já fez adiantamento da obra onde irá funcionar a fabricação de material gráfico. “Eu acredito muito naquele investimento, a área é muito grande e importante. Vai ser uma coisa muito gigante. O futuro é lá no Distrito Industrial. O governo fez o papel dele. Começamos agora com mais segurança tendo esta autorização”, disse o empresário que está há 42 anos trabalhando no estado.

Raimundo Roman da Raisul falou que a empresa está em fase de instalação, vai ser a primeira no ramo de fabricação de câmaras frigoríficas no estado e da região Norte.  Ele acredita que em dois anos a empresa estará funcionando por completo. Ele está há 10 anos em Rondônia. “É o começo, depois só aumentar e crescer, se Deus quiser”, diz ao falar dos 80 empregos que serão gerados inicialmente.

“Quero parabenizar por este momento, sabemos o quanto este documento é importante para vocês, que fazem investimento e geram emprego. O investimento em nosso estado gera empregos, contribui para fortalecer a economia, então só temos a agradecer. Sucesso para todos”, finalizou capitão Marcelo Victor Duarte.

Source Secom Governo
Via Secom Governo
You might also like
Comments
Carregando comentários...