Connect with us

Acordo de cooperação técnica entre o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RO) e o governo de Rondônia garantirá a implantação na administração pública do estado do Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Com a implantação desse aplicativo todo gerenciamento de documentação e processos administrativos passa a ser 100% digital, extinguindo a utilização de papel, reduzindo custos e ainda agregando modernidade, transparência, segurança, sustentabilidade ambiental e celeridade nos trabalhos.

Durante reunião realizada na manhã desta quarta-feira (8), no auditório do Palácio Rio Madeira, o Sistema Eletrônico de Informações foi apresentado aos representantes de todas as secretarias e órgãos do governo do estado. A diretora-geral do TRE-RO, Elizabeth Afonso de Mesquita Parentes, explicou que o SEI é um programa desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4° Região, que disponibiliza para outras instituições governamentais sem custo e que o sistema é utilizado pela Justiça Eleitoral de Rondônia desde março de 2015.

Elizabeth Mesquita disse que as vantagens do sistema são muitas e citou maior celeridade na tramitação documental, economicidade de recursos e contribui significativamente com a sustentabilidade ambiental na prestação do serviço público, pois todos os processos administrativos serão gerados eletronicamente. A diretora também destacou a eficiência do sistema, pois o mesmo processo pode ser enviado ao mesmo tempo para vários órgãos, o que gera agilidade na tramitação documental. O programa também disponibiliza três tipos de gestão de processo, sigiloso, restrito e público.

O secretário-chefe da Casa Civil, Emerson Castro, disse que o Estado de Rondônia é pioneiro na implantação do sistema e afirmou que o SEI não é uma ferramenta isolada. “Quando o governador Confúcio Moura assumiu o estado há 6 anos encontrou os computadores com HDs apagados e muitas secretarias sem internet, e logo visualizou a necessidade de mudança”, disse. O primeiro passo foi a implantação da Infovia e agora o Sistema Eletrônico de Informações.

Os servidores serão treinados para aprender a trabalhar com o SEI. O cronograma de treinamento inicia nesta quinta-feira (9), no auditório do TRE, e será ministrado por profissionais da Justiça Eleitoral. A meta é implantar o SEI em todos os setores do governo do estado até o final deste ano.

Comentários Facebook

Espigão do Oeste

Paternidade das ambulâncias!

Published

on

Adaptado: Autor Duke

Comentários Facebook
Continue lendoo

Featured

Em Rondônia, deputados estaduais vão ganhar auxílio alimentação de R$ 6 mil/mês; Hermínio Coelho disse ser contra

Published

on

Passou a circular na internet, um foto que mostra a publicação feita no Diário Oficial nesta quinta-feira (17), aonde fica instituído que o auxílio alimentação dos parlamentares da Assembleia Legislativa de Rondônia, será de R$ 6.000,00 (seis mil reais) por mês.

Hoje o salário mínimo do trabalhador brasileiro é de R$ 937,00 (novecentos e trinta e sete reais), dessa forma cada deputado deverá ganhar quase 6 (seis) salários e meio por mês, apenas para custear sua alimentação.

Por ano isso deverá custar aos cofres públicos em média R$ 1.728.000,00 ( um milhão, setecentos e vinte o oito mil reais).

Hermínio Coelho

Após a repercussão nos grupos de WhatsApp e no facebook, o deputado estadual Hermínio Coelho (PDT-RO) enviou um áudio no grupo de Whatsapp dizendo que é contra o aumento de regalia e que na próxima terça-feira ele irá propor junto com o deputado Maurão de Carvalho a revogação da resolução. (Ouça abaixo o áudio do deputado)


Veja a resolução na íntegra:

RESOLUÇÃO Nº 377, DE 16 DE AGOSTO DE 2017.

Institui o Auxílio Alimentação Parlamentar. A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDÔNIA aprovou, e eu promulgo a seguinte Resolução:

Art. 1º. Fica instituído o Auxílio Alimentação aos Parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, no valor mensal de R$ 6.000,00 (seis mil reais).

Art. 2º. Fica revogado o inciso VI e alíneas a, b, c e d do artigo 2º da Resolução nº 262, de 26 de maio de 2014.

Art. 3º. Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos financeiros a 1º de agosto de 2017.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, 16 de agosto de 2017.
Deputado MAURÃO DE CARVALHO Presidente – ALE/RO

 

Comentários Facebook
Continue lendoo

Featured

Mariana Carvalho vai lutar pela implantação de serviço de doenças raras na Unir

Published

on

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB – RO) vai lutar pela implantação do Serviço Especializado em Doenças Raras – SEDRA na Universidade Federal de Rondônia.

 

O primeiro passo desse novo desafio da parlamentar foi dado nesta semana ao participar de uma reunião na  Unir  Centro com representantes da comunidade acadêmica que se dedicam a essa causa.

 

Participaram do encontro o reitor Ari Miguel Teixeira Ott, o pró-reitor de Pesquisa professor doutor Leonardo Azevedo Calderon, o diretor do Núcleo de Saúde professor  doutor José Juliano Cedaro, o chefe de gabinete professor mestre  Adilson Siqueira e a pesquisadora do Laboratório de Genética Humana Professora doutora Vivian Susi de Assis Canizares

 

Durante o encontro, os integrantes da instituição de ensino superior apresentaram as necessidades que justificam a implantação do SEDRA para atendimento de portadores e famílias com doenças raras em Rondônia e regiões próximas, como estados do Acre e Amazonas.

 

Segunda secretária da Câmara dos Deputados, Mariana Carvalho,  que se dedica a questões de interesse  dos portadores de doenças raras , garantiu que vai se empenhar para a reivindicação dos professores da Unir ser atendida, o mais breve possível.

 

Conforme a tucana, hoje no Brasil são 13 milhões de pessoas que sofrem com algum tipo de doença rara e que precisam de um atendimento urgente e especial.

“Temos que buscar qualidade de vida para esses pacientes”, frisou a congressista que além de médica, integra a Frente Parlamentar de Doenças Raras da Câmara dos Deputados.

 

Na avaliação da professora Vivian Susi de Assis Canizares, a reunião teve uma extrema relevância pelo fato da deputada priorizar esse tema. “Mariana Carvalho se mostrou muito sensibilizada e feliz com os trabalhos que já estão sendo executados na Unir”, observou a docente.

Comentários Facebook
Continue lendoo

Mais visualizados