Informação a Serviço da População.
Centranet

Homem que se passou por Oficial da Abin na Lei Seca é empresário no MT

Também garantiu que o cidadão não possui registro de porte de arma de fogo com porte autorizado pela Abin.

O Rondoniaovivo apurou que o homem que se identificou como Oficial de Inteligência da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) durante abordagem na operação Trânsito Vivo – Lei Seca, em Porto Velho, no período de carnaval deste ano é na verdade um empresário do ramo de pedras para construção na cidade de Cuiabá/MT.

O homem teria vindo à Porto Velho curtir o carnaval e também pular de paraquedas no Aeroclube. Na madrugada do dia 11 de fevereiro deste ano, ele foi abordado dirigindo um automóvel modelo Audi.

VEJA MAIS

Publicidade

Publicidade

Luiz Henrique Douglas Dutra Marcondes de Lucena, portava uma pistola Glock G25, com porte de livre acesso em qualquer ambiente.

Ele também apresentou uma carteira funcional da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), recusou fazer o teste de bafômetro e recebeu voz de prisão por embriaguez na direção. O suspeito também portava um registro do  armamento.

Levado para a Central de Flagrantes, Luiz Henrique foi liberado após pagamento de fiança.

Em oficio encaminhado a Policia Federal que pediu explicações ao órgão em Brasília, a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) informou que o modelo da carteira funcional apresentada pelo suspeito não condiz com a verdadeira  do órgão.

Também garantiu que o cidadão não possui registro de porte de arma de fogo com porte autorizado pela Abin.

A Polícia Civil, por meio do 3 ° DP já está de posse do endereço de sua empresa, fotos do local e até seu perfil em rede social. È uma questão de tempo até o caso ser esclarecido.

Centranet
por Rondoniaovivo
da Rondoniaovivo
Veja mais
Comentários
Carregando...