Portal Espigão
Informação a Serviço da População

O TCE DECIDIU PEGAR O ESPAÇO ALTERNATIVO PARA CRISTO!

É com grande tristeza que se registra, mais uma vez, atraso nas obras do Espaço Alternativo. Novamente, por decisão única e exclusiva do Tribunal de Contas, que parece ter como sua maior meta, nos últimos anos, impedir que o porto velhense usufrua de sua mais grandiosa obra de lazer. Não importam os argumentos. Nem os quesitos legais, nem a burocracia infernal que o TCE-RO faz questão de seguir, item por item, principalmente nessa obra. Nada disso é importante, porque uma obra orçada em mais de 26 milhões, tem sido seguidamente parada, continuamente atrapalhada, apenas por decisões do TCE e em relação a firulas. Ora, se há irregularidades ou até roubalheira, que se denunciem os envolvidos e os mandem para a cadeia. Que a obra continue. Por que parar? Apenas para deixar a população angustiada, com uma obra que não fica pronta nunca, para que as trapalhadas de um tribunal que parece ter escolhido o Espaço Alternativo para Cristo? Depois de um atraso de um ano e meio, “por causa de superfaturamento e outros delitos”, o que aconteceu até agora? Alguém foi condenado? Há alguma prova de houve desvio de dinheiro público? Quantas pessoas denunciadas estão presas? O pretenso dinheiro desviado foi devolvido? Claro que não aconteceu nada disso. A única coisa concreta, é que de concreto, nada aconteceu. O Espaço continua como uma espécie de morto vivo, incrustrado numa região nobre da Capital, mas sem nunca ser concluído.

Quem causou mais prejuízos até agora ao erário? Porque a obra mais cara, a pior de todas, a que deveria envergonhar todas as autoridades, é aquela que nunca é entregue à coletividade. É esse o imenso prejuízo que o TCE está dando a Porto Velho e Rondônia. Quem usa contra a comunidade os superpoderes que uma legislação pífia e superada lhe deu, pode fazer o que bem entender, sem prestar contar a ninguém e sabendo que nada lhe acontecerá. É incrível também como o governador Confúcio Moura não tenha dado um a porrada na mesa e enfrentado essas decisões doentias com a força do poder que tem. Ele também tem sua parcela de culpa, por omissão, porque aceita passivamente esses absurdos, causando o imenso e desnecessário atraso, numa obra que já é deveria estar entregue há pelo menos dois anos. Pronto. Falei!

CABELO EM OVO

Enfim, depois de infernizar a vida do Governo e do DER e de atrapalhar os planos de conclusão do Espaço Alternativo, o TCE agora autorizou nova licitação para a construção da única passarela que ainda falta, para terminar tudo. Mas já autorizou outras vezes e sempre acha um fio de cabelo em ovo, para atrasá-la. Recentemente, para surpresa geral, poucos minutos da abertura da última licitação para a mesma obra, fazendo de besta autoridades e empresários que vieram participar da concorrência, o Tribunal de Contas a cancelou. Na 25ª hora. Tem como explicar uma coisa dessas? Por isso, apesar do Governo estar comemorando a autorização para a enésima tentativa de licitar a obra, a coluna está refratária. Qual a carta na manga que os conselheiros do TCE terão, para, outra vez, impedir que o porto velhense seja agraciado com uma obra tão grandiosa?

CAPITAL DA BANDIDAGEM

Tudo o que não presta vem para Rondônia. Para o presídio federal, mais objetivamente. Todas as semanas, o Ministério da Justiça faz uma relação dos criminosos mais terríveis do país e, já se sabe de antemão, quando tem que transferi-los, os manda para cá. A nova leva de gente que não presta, que destrói e assola o país, chegou naquele famoso avião preto da Polícia Federal. Entre eles, Francivaldo Rodrigues Lima, o ‘Pantaneiro’, um dos maiores facínoras que a violência que apavora nosso país já produziu. Ele faz parte da nata do crime. É um dos poucos chefões que tem o poder de determinar sentenças de morte em qualquer lugar desse Brasil. Usa e abusa de celulares, mesmo estando em cadeias consideradas extremamente seguras. Até a polícia tem medo dele. É esse tipo de lixo que nos mandam para cá, todas as semanas.

LEI ÁUREA

Um parlamentar disse que o fim da obrigatoriedade do imposto sindical (ele vai acabar sim, mais dia, menos dia), será uma espécie de Lei Áurea, libertando milhões e milhões de trabalhadores do jugo da República Sindicalista, implantada no país desde os anos 40. Milhares de sindicatos, muitos deles picaretas e que apenas servem como pano de fundo para ações ideológicas, c. ..gando e andando para seus associados, vivem apenas do famigerado imposto. Há um grande movimento para que o imposto deixe se ser obrigatório e passe a ser opcional. Ou seja, o trabalhador, se quiser, pagará para um só sindicato, à sua escolha. Obrigatoriedade, nunca mais! Pode demorar um pouco, mas é bom que os malandros que vivem do sindicalismo baseado apenas no imposto saibam que em breve terão que começar a fechar suas portas. Comemoremos!

ENDURECENDO O DISCURSO

Por falar em sindicatos, o prefeito Hildon Chaves está disposto a pagar para ver. Como várias entidades de servidores municipais decidiram anunciar greve, em função dom fim do quinquênio o tucano já avisou: vai manter sim seu programa de cortes de penduricalhos salariais e, mais que isso, vai mandar descontar todos os dias parados dos grevistas. Acabou o mimimi, de sindicalistas, como a a vereadora Elis Regina, que era quem determinavam como a Prefeitura deveria trabalhar. E da turma do Sintero Hildon está certíssimo nesse quesito. Pode estar errando (e está), com o festival de cargos comissionados. Mas daí já é outra história. Tem que ser elogiado pelo que está fazendo certo e criticado pelo que faz de errado. No caso do fim dom quinquênio, está correto. No dos cargos comissionados, errado.

OS DINOS NA BANDA

Por si só, a Banda do Vai Quem Quer, do inesquecível Manelão, da Siça, da Yale Dantas, do Zé Katraca e de tantos outros personagens da cidade, já é uma imensa atração. Imagine-se agora com outro destaque: bonecos gigantes dos Dinossauros, o sexteto que é o maior destaque da mídia rondoniense. Everton Leoni, Domingues Júnior, Beni Andrade, Léo Ladeia, Jorge Peixoto e Sérgio Pires vão estar na avenida, representados por aqueles enormes bonecos, que ficaram conhecidos no Brasil e no mundo a partir do carnaval de Olinda. A homenagem, segundo a diretora Siça Andrade, filha do Manelão, é um reconhecimento pelo trabalho que os Dinossauros fazem na TV e rádio, em benefício da comunidade. Vai ser uma grande festa, no sábado, com os Dinos gigantes sambando no desfile da Banda…

MONITORAMENTO FAJUTO

Quando será que as coisas começarão a ser faladas através dos seus verdadeiros nomes? Quando, por exemplo, se começará a dizer que os governos, incompetentes e sem rumo, põe no débito da pobre população mais essa sacanagem de soltar presos todos os dias, com tornozeleira eletrônica, para que muitos deles, possam usufruir da liberdade apenas para continuar cometendo toda a série de crimes? Tudo é culpa da sociedade, inclusive os facínoras que tentam destruí-la. Agora, também é culpa dos pobres brasileiros do bem, que muitos desses criminosos continuem soltos, nas ruas, através de um monitoramento fajuto, para realizar assaltos, matando e estuprando, mesmo com suas famosas tornozeleiras? Todos os dias, em Rondônia ou em qualquer canto do país, esses malandros são flagrados, sacaneando e tirando sarro da cara das autoridades. Só esses idiotas que fazem leis acham que um equipamento eletrônico impede de que o criminoso continue criminoso, que o bandido continue bandido. É o terror, oficializado!

PERGUNTINHA

Você se sente seguro em Porto velho, com seu presídio chamado de segurança máxima, a 50 quilômetros da cidade abrigando todos os maiores criminosos do país?

Comments
Carregando comentários...