Portal Espigão
Informação a Serviço da População

Obras do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica são inauguradas em Rondônia

Publicidade

O resultado dos investimentos feitos com recursos pactuados pelo governo do estado com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para execução do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socieconômico (Pidise), em áreas prioritárias em Rondônia, começou a ser entregue à população. Nos últimos três meses, cinco obras foram inauguradas e estão em pleno funcionamento nos municípios de Guajará-Mirim, Espigão do Oeste, Vilhena, Presidente Médici e Pimenta Bueno.

Aproximadamente R$ 9 milhões foram investidos nas cinco novas instalações. Só no Instituto Abaitará, unidade de ensino residencial localizada na zona rural de Pimenta Bueno, cerca de R$ 4 milhões foram destinados na ampliação de 7,250,07 metros quadrados da instituição. Ainda na área da educação, mais de R$ 2 milhões foram investidos na reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental Deputado Genival Nunes da Costa, em Vilhena. A atual estrutura física do estabelecimento conta agora com um novo bloco, com sete salas de aula e outro para laboratórios, biblioteca, cozinha e refeitório. Também foram construídos um auditório e uma piscina com casa de máquinas e vestiários, além de uma guarita na entrada principal, passarela coberta entre guarita e o pátio coberto; e a pintura geral.

Os investimentos do programa também contemplam a modernização de prédios públicos estaduais, proporcionando melhor ambiente de trabalho aos servidores, e um espaço mais humanizado ao cidadão. Pelo menos R$ 1 milhão foram utilizados na construção de duas agências de rendas, inauguradas recentemente em Guajará-Mirim e Presidente Médici, Nos próximos meses, mais duas agências serão inauguradas em Pimenta Bueno e Ouro Preto do Oeste, fechando um total de quase R$ 3 milhões na modernização fazendária do estado, neste primeiro pacote de obras.

Publicidade

Na área de segurança pública, Espigão do Oeste foi o primeiro de 13 municípios a receber o modelo padrão das novas instalações dos serviços integrados, com a inauguração da Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), no valor de R$ 1.563.351.  A previsão é inaugurar ainda neste ano as unidades de Porto Velho, Ji-Paraná, Vilhena, Alvorada do Oeste, Cujubim, Machadinho do Oeste, Colorado do Oeste, Nova Brasilândia, Buritis, Ouro Preto do Oeste, Jaru e Rolim de Moura, resultando em um investimento de mais de R$ 37 milhões.

À frente da pasta que coordena o programa no estado, o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga, disse que há décadas novas delegacias não eram entregues ou tiveram a estrutura reformada. Segundo ele, as Unisps, onde policiais militares e civis atuarão juntos, vão contribuir com a diminuição da criminalidade e aumentar a sensação de segurança da população. “São obras que transformam a segurança pública, possibilitam comodidade e melhoram o atendimento à população, pois colocam as unidades de segurança do entorno em um só prédio. Isso facilita a logística para quem precisar utilizar os serviços”, complementou Braga.

Além das obras de engenharia, o governo de Rondônia destinou uma média de R$ 1,5 milhão dos recursos para aquisição de seis ambulâncias já entregues ao Corpo de Bombeiros. No setor produtivo, o investimento para  aquisição de uma máquina móvel de britagem e rebritagem para a Usina de Calcário Felix Fleury, localizado em Pimenta Bueno, vai aumentar a capacidade de produção do minério no estado.

Segundo o secretário, 38 obras com recursos do Pidise, em diversas áreas, estão em execução em Rondônia. O valor do investimento, neste primeiro pacote, ultrapassa os R$ 197 milhões, entre intervenções concluídas e em andamento.

Fonte
Texto: Jane Carla
Fotos: Jane Carla
Secom – Governo de Rondônia

Comments
Carregando comentários...