fbpx
Informação a Serviço da População.
Real Turismo

Operação embarga dragas com atividade de garimpo ilegal no Rio Madeira em Porto Velho

Operação de combate ao garimpo ilegal de ouro no rio Madeira realizada no ultimo fim de semana resultou na apreensão e embargo de três dragas, 50 gramas de ouro, frascos de mercúrio e instrumentos de garimpo. Foram aplicados autos de infração que juntos totalizam R$ 150 mil. As informações foram divulgadas pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

A ação realizada em parceria com a Sedam, Batalhão de Polícia Ambiental, Delegacia Fluvial de Porto Velho e Companhia de Operações Especiais (COE) contou com 28 agentes em reforço à operação Azougue V que faz uma alusão ao material utilizado para separar as impurezas e o ouro garimpado.

Quatro pessoas foram presas em flagrante e enquadrados no crime ambiental previsto na lei 9605/98. A autoridade marítima também notificou os garimpeiros por não terem licença para navegar.

Publicidade

Publicidade

Segundo o coronel Glanert, Gerente de Integração de Segurança e Fronteira da Sesdec, o garimpo é proibido no rio Madeira, no trecho correspondente a usina de Santo Antônio até a divisa com o Amazonas. Portanto nenhuma balsa ou draga tem licença ambiental da Sedam para operar nessa região.

Glanert explica ainda que todos as análises de processos de licenciamento ambiental que anteriormente estavam em andamento na sedam foram suspensos após decisão judicial. De outubro de 2016 até novembro de 2017 foram apreendidas 33 balsas e 64 pessoas foram presas.

“Esse saldo positivo resulta do monitoramento constante e permanente dos órgãos da Segurança Pública. Com sanções a que descumpre que pode ser multa ou mesmo sofrer embargo de empreendimento, podendo ocasionar a perda dos bens apreendidos”.

Centranet
por Secom Governo
da Secom Governo
Veja mais
Comentários
Carregando...