25/04/2016 - Vice- presidente Michel Temer - fotos solo Michel Temer, Vice-Presidente, fotos solo Foto: ASCOM- VPR
Publicidade

O Palácio do Planalto divulgou neste sábado (18) uma nota em que diz que, durante ligação telefônica, o presidente da República, Michel Temer, tratou temas de “atualidade regional” com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por iniciativa do norte-americano.
Questionada pelo G1, a assessoria da Presidência não detalhou quais assuntos “de atualidade regional” foram abordados durante a conversa.
A assessoria do Planalto não soube informar se a crise agropecuária provocada pela Operação Carne Fraca, que apura irregularidades na fiscalização de frigoríficos do país, foi um dos temas discutidos.
Os Estados Unidos são um dos importadores das carnes produzidas no Brasil, que exporta os produtos, segundo o Ministério da Agricultura, para cerca de 160 países.
As denúncias de que fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebiam propina para liberar licenças sem realizar a fiscalização adequada nos frigoríficos dominaram o noticiário nacional desde esta sexta-feira (17), quando a operação foi deflagrada.
A investigação em 21 estabelecimentos brasileiros, que abastecem os mercados interno e externo, indica que eram usados produtos químicos para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso.
Reformas
De acordo com a nota divulgada pelo Planalto, os presidentes trocaram “impressões” sobre reformas que estão em curso no Brasil e nos Estados Unidos.
Nos últimos meses, o Executivo brasileiro enviou ao Congresso Nacional as reformas da Previdência e trabalhista, que estão sob análise da Câmara dos Deputados.
Além disso, em 2017, Michel Temer sancionou a medida provisória que modificou o ensino médio. As mudanças, no entanto, ainda não entraram em vigor.
Encontro
Conforme o Planalto, durante a ligação, a segunda entre Temer e Trump, o presidente brasileiro “sublinhou” indicadores econômicos que, na visão de Temer, permitem “afirmar que o crescimento da economia e do emprego já retornou”.
Temer também comentou sobre as audiências que terá, ao longo da próxima semana, com a Câmara de Comércio Brasil-EUA e com o Conselho das Américas. O peemedebista disse que vai reiterar “a importância dos vínculos bilaterais e o potencial crescente da economia brasileira”.
Segundo o Planalto, Trump mencionou “interesse” em receber uma visita de Temer nos Estados Unidos. O encontro, no entanto, não tem data marcada.

Fonte: G1

PublicidadeOs comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.