fbpx
Informação a Serviço da População.

Prefeitura garante vaga para todas as crianças a partir de 4 anos de idade em escolas do município

O ano letivo da rede municipal de Porto Velho vai começar no próximo dia 5 de fevereiro em todas as escolas da área urbana e algumas de distritos e da Zona Rural, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Os pais que ainda não conseguiram matricular os filhos podem procurar uma das escolas que serão atendidos.Segundo o secretário Marco Aurélio Marques, a chamada escolar realizada em dezembro de 2017 proporcionou que o município mensurasse a demanda por vagas na rede municipal de ensino com o

objetivo de atender a todos os alunos a partir dos 4 anos de idade. “Ainda há pais em fila de espera para determinada região, mas há vagas em outras. Por exemplo, as regiões Oeste e Norte de Porto Velho temos escolas com vagas, mas na Zona Sul já começa a complicar e a Zona Leste é ainda mais difícil, por conta dos empreendimentos habitacionais que levaram muita gente para a região”, esclarece o secretário, confirmando que a prefeitura vai atender a 100% dos alunos a partir de 4 anos de idade, mas descartando a possibilidade de vagas em creches para toda a demanda de crianças com 2 e 3 anos de idade.

Ainda conforme o secretário, para atender a demanda obrigatória, a prefeitura está analisando a possibilidade de abrir mais salas de aula.

Publicidade

Publicidade

Sobre o ano letivo da área rural, o secretário esclarece que é um calendário diferenciado. No entanto, para evitar problemas com transporte escolar, uma nova licitação está sendo realizada e as estradas rurais receberão manutenção da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagric).

Ideb
Com nota atual de 4.8 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), a prefeitura de Porto Velho traçou como meta chegar a 6.0 em 2020. Para isso, vários melhorias estão sendo planejadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), como a reestruturação pedagógica e a formação de professores.

Nesta segunda-feira (29), diretores e vice-diretores das escolas da rede municipal de ensino da área urbana e zona rural de Porto Velho participaram de uma reunião com o prefeito Hildon Chaves e o secretário Marco Aurélio Marques, que fizeram um breve balanço das ações realizadas em 2017 e as metas para este ano.

“Temos expectativas muito boas para este ano. Acreditamos que conseguiremos dar um salto de qualidade com as ações e programas a serem desenvolvidos. Mas para isso, precisamos do engajamento de todos. A participação dos diretores, dos vice-diretores, dos professores, principalmente, é muito importante para chegarmos onde pretendemos chegar, que é tirar o município dessa condição vergonhosa”, disse o prefeito.

Marco Aurélio ainda anunciou a continuidade e ampliação da “Avalia Porto Velho”, a prova institucional criada pela atual gestão como diagnóstico do setor, a fim de monitorar as ações que devem ser implementadas para melhorar a educação no âmbito do município. Neste ano, a prova também será aplicada aos alunos dos quartos anos. Em 2017, apenas os dos quintos anos participaram.

Outra novidade anunciada, foi a aquisição de brinquedotecas para escolas que trabalham com a educação infantil e creches. Serão adquiridas 25 brinquedotecas, sendo 12 com recursos do programa “Brasil Carinhoso”, do Governo Federal e o restante com recursos próprios da Prefeitura de Porto Velho. “Assim, os professores poderão trabalhar de forma mais aparelhada e as crianças serão melhor atendidas”, disse o secretário.

“Nossa prioridade é o melhoramento da qualidade de ensino e, para isso, estamos com um programa de gestão em parceria com a Fundação Lemann, fundação nacional sem fins lucrativos que vai nos apoiar no processo de reestruturação pedagógica, como a formação de professores. Com todas essas reformas e implantações, o município pretende oferecer uma educação de qualidade e alcançar bons índices no fim do atual mandato”, afirma o secretário Marcos Aurélio.

Concurso
A Secretaria Municipal de Educação (Semed) está executando o planejamento do calendário escolar 2018. Entre as propostas deste ano, está a realização de concurso público para a área técnico-administrativo e pedagógica.

“A meta é realizar o concurso até a metade do ano para professor e quadro técnico. Estamos organizando para ser desta forma”, diz o secretário Marco Aurélio Marques.

Centranet
por RondoniaAgora
da RondoniaAgora
Veja mais
Comentários
Carregando...