fbpx
Informação a Serviço da População.

Reativação da marcenaria reduz gastos com a fabricação e manutenção de móveis do governo de Rondônia

Após vivenciar uma fase de esquecimento, a marcenaria do governo estadual, em funcionamento há cerca de 40 anos na rua Major Amarante com a avenida Pinheiro Machado, em frente à Assembleia Legislativa, em Porto Velho, tem contribuído com a economia significativa de gastos públicos, com a fabricação e manutenção de móveis e utensílios em madeira. Conforme Benício Ferreira, que trabalha no local há 35 anos, a reativação da Divisão de Serviços Gerais (DSG), nome oficial da marcenaria, ocorreu no governo Confúcio Moura para pequenos reparos, reforma ou manutenção e a fabricação de móveis, como mesas, bancos, pergolados, cadeiras, portas, entre outras peças que têm como matéria-prima a madeira.

Benício explicou que oficialmente a marcenaria funciona das 7h30 às 13h30, mas dependendo da demanda eles trabalham até a noite para que a entrega aconteça dentro do prazo. Ao todo, são três funcionários do estado que desempenham a atividade de marceneiro, incluindo Benício, que tomou gosto pela profissão com o exercício do dia a dia, além de dois reeducandos do sistema prisional, como parte de parceria firmada com a Secretária de Estado da Justiça (Sejus).

Para a fabricação dos móveis e utensílios a marcenaria conta com 13 máquinas, do tipo serra circular, torno, prensa, tupia e outras ferramentas utilizadas na modelação da madeira, que é doada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), geralmente fruto de apreensões.

Publicidade

Publicidade

De acordo com a diretora-executiva da Superintendência Estadual de Gestão de Gastos Públicos Administrativos (Sugespe), Duda Vales, a reativação da marcenaria tem sido importante para a otimização dos gastos por atender a todas as secretarias e órgãos do governo. Ela citou como exemplo a fabricação de algumas peças, como cômoda e porta da Residência Oficial no Complexo Rio Madeira, que é a sede administrativa do governo estadual (CPA); pergolado do CPA, barras de madeira para aquecimento ou alongamento no Espaço Alternativo; mesas e bancos para a Creche da Vovó; e brinquedos do parquinho do Complexo Poliesportivo Deroche, reinaugurado em março de 2013.

Atualmente são trabalhados a fachada do novo prédio da Biblioteca Pontes Pinto, que ganhará estrutura moderna na avenida Pinheiro Machado, esquina com o Ginásio Esportivo Cláudio Coutinho; o pergolado e a fabricação de 15 mesas e 60 bancos para o Espaço Verde, uma área em construção atrás do CPA reservada ao lazer dos servidores. “Será um espaço para leitura e outras atividades interativas, inclusive realização de eventos do governo”, adiantou Duda Vales, informando que a iniciativa foi do superintendente estadual de Comunicação, Domingues Júnior.

Centranet
por Secom Governo
da Secom Governo
Veja mais
Comentários
Carregando...