fbpx
Informação a Serviço da População.

Rede Estadual de Ensino abre ano letivo 2018 na segunda-feira com inauguração da Escola Brasília, em Porto Velho

Real Turismo

O ano letivo para os alunos da rede estadual de ensino começa na próxima segunda-feira (5) em todas as escolas públicas de Rondônia. Segundo a coordenadora regional de Educação em Porto Velho, Irany Oliveira Lima Morais, os professores já se apresentam em suas respectivas instituições nesta sexta-feira (2), para planejamento de aulas e organização da recepção dos alunos.

Os diretores das unidades escolares estão trabalhando desde o início de janeiro nas melhorias, limpezas e reparos necessários nos ambientes escolares. “Cada escola fará a sua abertura, mas a cerimônia oficial na capital será na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio de Tempo Integral Novo Tempo Brasília”, completa Irany.

A coordenadora diz que na oportunidade acontecerá a inauguração da Escola Brasília, que passou por obras de conclusão do espaço e é considerada uma escola modelo. “É uma escola muito equipada, atendendo em tempo integral, com metodologia avançada, oferecendo aos estudantes café da manhã, lanche, almoço e o lanche da tarde, além de atividades extras, como projetos de dança e esportes”.

Publicidade

Publicidade

Em Porto Velho, a rede estadual de ensino conta com 86 escolas, que somadas às 14 extensões instaladas em distritos e outras localidades dentro do município, completa 100 instituições atendendo na região. “Aproximadamente 77 mil alunos são atendidos pela rede em Porto Velho. Algumas escolas ainda atendem do 1° ao 5° ano, que apesar de ser uma atribuição exclusiva municipal, a prefeitura da capital ainda não conseguiu atender toda a demanda, e nós continuamos com algumas escolas específicas em regime de colaboração com o município”, explica Irany.

Há também escolas atendendo do 1° ao 9° ano, outras do 6° ao 9° ano e Ensino Médio, e aquelas específicas apenas para o Ensino Médio, como é o caso da Escola João Bento da Costa, na Zona Sul da capital, do Major Guapindaia, na Zona Norte da cidade, e do Carmela Dutra, na região central, todas avaliadas como referências.

Chamada escolar

A coordenadora do CRE Porto Velho avalia que a chamada escolar deste ano foi um sucesso, sendo realizada pela internet, sem filas ou tumultos nas escolas. “Já começamos o ano de 2018 com o sucesso da chamada online, com a disponibilização de aproximadamente 8 mil novas vagas. Eu quero enfatizar que não temos problemas com falta de vagas do 6° ao 9° ano e Ensino Médio em Porto Velho, e quem não conseguiu vaga pode procurar a Coordenadoria Regional de Educação porque aqui temos uma equipe só para dar encaminhamento às necessidades desses pais que, por algum motivo, não tenham conseguido matricular os seus filhos”.

Segundo Irany, a vantagem é a ampliação de várias escolas na cidade. “A Escola Flora Calheiros, na Zona Leste, tinha 26 salas de aula e foi ampliada com mais 14 salas. São 40 salas agora para atender aquela grande demanda da região, com auditório, piscina e toda a estrutura necessária, e como eu gosto de chamar é um complexo educacional com muitos espaços pedagógicos e educação em tempo integral também”, revela.

A Escola Bela Vista, na Zona Sul, foi ampliada com mais seis salas de aula, e a Escola Juscelino Kubitschek, na Zona Leste, também recebeu a ampliação com seis novas salas, sendo de ensino em tempo integral e recebendo muita procura por vagas. Irany acrescenta ainda que oito novos auditórios foram construídos em diferentes escolas da capital.

“Em um ano, a Seduc renovou todo o sistema de trabalho, modernizando o atendimento, localizando nossos profissionais em suas áreas de atuação, que é o que estamos fazendo com o recadastramento com todos os nossos servidores. Nunca tivemos um governador como Confúcio, tão preocupado com a Educação e com a qualidade tanto do ensino quanto da estrutura para o melhor desempenho da rede estadual”, conclui a coordenadora.

Centranet
por Secom Governo
da Secom Governo
Veja mais
Black Friday
Comentários
Carregando...