Portal Espigão
Informação a Serviço da População

Sindicato de Ladrões

0

Há 15 dias, ao proferir seu voto em um julgamento no Tribunal Superior Eleitoral, o Ministro Gilmar Mendes cunhou a frase que melhor define o que o lamentável Partido dos Trabalhadores fez com o Brasil. Nas palavras do Ministro, eles “ladrões de sindicatos transformaram o país num sindicato de ladrões”.

Ao melhor modo Polyana de viver a vida, a sanidade pede que encontremos o bem e o bom nos piores males. Num exercício de concentração e otimismo, podemos pensar que se essa sucessão de problemas e escândalos tem um lado bom, é terminar de expor à grande maioria que se mantém e se quer decente, o quão desprezível e mentiroso é esse partido que alçado ao Poder se instalou em diferentes formas de poder.

A grande maioria que se quer decente, porque parece que ainda há uma parcela de pessoas que apresentam uma grande resistência em admitir terem sido enganadas. É de se entender que num primeiro momento a traição dói e a negação se impõe e, de certo, o que os representantes maiores desse partido (que sempre se quis de massa) fizeram foi uma odiosa traição. Traíram valores, sonhos, esperanças e expectativas que durante décadas seduziram milhares de pessoas de boa índole com a mesma doçura com que a sereia canta e atrai ao pior dos destinos.

Só que tudo tem um limite e, ao que parece, o atual governo, herdeiro confesso das más práticas da administração que lhe deu origem já excedeu todos os limites. Logo, não é (ou não deveria ser) possível que ainda haja defensores dessa corja que tomou o país de assalto ao ponto de esvaziar os cofres públicos do dinheiro que ainda lhes abastece. O PT é ladrão. De dinheiro, de esperanças, de sonhos, do futuro.

É triste pensar que pessoas de boa formação e boa índole se apeguem a desculpas vazias de que apesar disso o partido deu atenção e dignidade (?) aos pobres. Isso seria dizer que os fins justificam os meios, não importando quais os meios e é isso que não podemos admitir. Corrupção é crime e a corrupção do PT, por tudo o que sempre representou ao longo dos pouco mais de 20 anos que antecederam sua primeira vitória presidencial, é muito pior do que qualquer outra.

Nenhum partido é bom, mas os últimos acontecimentos vão mostrando que, de todos os ruins, o PT é, de longe, o pior. O mais bandido. E, se Deus quiser – e ele há de querer! –, o  mais perto do fim.

A chance de o Brasil viver é o PT morrer.

Comments
Carregando comentários...