1º Festival de Banana começa nesta sexta-feira, em Porto Velho

“O Festival de Banana é um evento muito esperado por todos. A expectativa é receber mais de 300 pessoas durante o festival, entre produtores rurais, autoridades, representantes públicos e demais convidados”, destacou  Gilvânia Carvalho, médica veterinária da Emater.

0
Real Turismo

A banana é uma das frutas mais apreciadas em todo o mundo. Em Rondônia, ela está entre as lideranças quanto ao consumo e exportação. Por isso, o Governo do Estado tem incentivado o cultivo da fruta e, como forma de homenagem as famílias produtoras, vai promover nos dias 18 e 19 de outubro, a partir das 9h, o 1º Festival de Banana na sede da Associação de Produtores Rurais de Cujubinzinho Médio Madeira (Asprol), localizada no Ramal Cujubinzinho, quilômetro 7, em Porto Velho.

No sábado (19), acontece à exposição da Vitrine Tecnológica da banana, o Festival Gastronômico, além de concursos com a escolha do melhor prato derivado da fruta, maior cacho de banana, entre outros. Já pela tarde acontece o torneio de futebol feminino e masculino, e para encerrar a festa não pode faltar o tradicional forró.

A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) é uma das responsáveis pela realização do festival e, junto com a Empresa Brasileira de Pesquisa (Embrapa), vai prestar auxílio técnico e orientações. O presidente da Asprol, Raimundo Ribeiro, diz que mais do que uma festa, o evento valoriza as famílias que trabalham com o cultivo da banana na região.

Já o gerente local da Emater, Dionísio Quiroga, acrescenta que o festival estimula o aumento da produção na região.  “O trabalho da Emater, em parceria com o Governo do Estado e demais órgãos, resulta no estimulo da criação de lavouras e incentivo ao desenvolvimento de Rondônia. É esse crescimento que desejamos, o convite deixamos aberto a todos da comunidade. Esse é o primeiro de muitos outros festivais que virão”.

A abertura do festival inicia com a ação social em prol das famílias produtoras. Vários parceiros como as secretarias municipais e estaduais de Saúde (Sesau), de Agricultura (Seagri) e (Semagric), além do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), o Serviço Social do Comércio (Sesc) entre outros órgãos que vão realizar ações de assistência social naquela comunidade.

Fonte: Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais