Publicidade

Publicidade

Adolescentes que cumprem medidas socioeducativas farão provas do Enem 2018

0
Real Turismo

O Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), reuniu sete inscritos que, atualmente, cumprem medidas socioeducativas em Porto Velho. As provas serão nos dias 11 e 12 de dezembro, e mesmo estando nas unidades, os jovens aproveitam a oportunidade para testar os conhecimentos e também a chance de uma vaga na universidade.

A participação dos adolescentes é uma garantia da Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease), por meio da sua Coordenadoria de Atendimento ao Adolescente (CAA), para que se cumpra um direto dos socioeducandos.

O eixo educacional faz parte do Estatuto da Criança e do Adolescente, garantindo a esse público o direito à educação, ao esporte, a cultura, entre outros. O Enem para privados de liberdade tem por objetivo ser um mecanismo único, alternativo ou complementar, para o acesso à educação superior, especialmente a ofertada pelas instituições federais de educação superior. Também permitir o acesso do participante a programas governamentais de financiamento ou de apoio ao estudante da educação superior, bem como ser utilizado como instrumento de seleção para ingresso nos diferentes setores do mundo do trabalho e  viabilizar o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre a educação brasileira

Para Raika Fabíola, coordenadora do CAA, as medidas são rápidas, tendo em vista a agilidade do sistema de justiça na atualidade. “A participação dos adolescentes privados de liberdade no Exame Nacional do Ensino Médio é uma grande oportunidade de superação de conflitos e mudança de vida, pois trata-se de um processo de democratização de alcance de vagas para ingressar no nível superior”, afirmou.

O assessor pedagógico da Fease, Uoston de Freira explica que a participação no Enem para pessoas privadas de liberdade este ano, infelizmente, será menor, visto que na época das inscrições, apenas duas unidades socioeducativas no estado possuíam adolescentes cursando o ensino médio. “Mesmo com uma participação menor, para os socioeducandos esse momento é a chance para que eles possam cursar a faculdade dos seus sonhos, e mudar a situação a qual se encontram”, comenta.

O ENEM PPL

As provas do Enem para privados de liberdade serão aplicadas dentro das próprias unidades de internação, no caso na Unidade de Internação Masculina Sentenciados I e na Unidade de Internação Masculina Sentenciados II, ambas em Porto Velho.

O Exame será constituído de redação em Língua Portuguesa e de quatro provas objetivas. Cada prova objetiva terá 45 questões de múltipla escolha.  As provas objetivas e a redação avaliarão as seguintes áreas de conhecimento do ensino médio e seus respectivos componentes curriculares: Áreas de conhecimento Componentes curriculares Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação Ciências Humanas e suas Tecnologias História, Geografia, Filosofia e Sociologia Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química, Física e Biologia Matemática e suas Tecnologias Matemática.

Os responsáveis para aplicar as provas são equipes do próprio Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que executa o Enem.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais