Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
18
set
2020

Agroindústria de pescado em Rolim de Moura se desenvolve com fomento do Governo de Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO), fomenta e apoia as agroindústrias rondonienses, tendo como visão a valorização dos produtos da agricultura familiar e a geração de emprego. Em Rolim de Moura, cidade polo da região da Zona da Mata, a agricultura familiar está presente na economia e diversas agroindústrias estão sendo inauguradas. É o caso da agroindústria de pescado “Serra Dourada Pescados”, localizada na Linha 160, quilômetro 14 lado Sul, que possui capacidade de abater 1.000 kg de peixes por dia. A obra iniciou no ano de 2018 e atualmente conta com 12 funcionários no quadro de colaboradores, dos quais cinco são da própria família.

A Emater incentiva os produtores, durante o ano todo, por meio de cursos e investimentos e projetos de linha de crédito e técnicas especificas.

O secretário-executivo na Regional em Rolim de Moura, Adeilso da Silva, acompanhado do gerente regional da Emater, Alexandre Venturoso, da supervisora regional da Emater, Albertina Marangoni Botega, e o gerente local do escritório de Novo Horizonte D’Oeste, José Aparecido, visitaram a agroindústria Serra Dourada Pescados.

O proprietário José Pedro Pereira, destaca que o sucesso da agroindústria se deve a toda assessoria e apoio prestado pelo escritório da Emater de Novo Horizonte do Oeste e a Secretaria Municipal de Agricultura de Rolim de Moura. A Serra Dourada Pescados já conta com selo de Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que permite a venda de seus produtos na região de Rolim de Moura. José Pedro busca agora a aprovação do selo estadual para promover a venda dos pescados em todo o Estado de Rondônia.

“Essa é uma agroindústria familiar e podemos ver o sucesso quando existe apoio da Emater e do Governo de Rondônia. Hoje vim pessoalmente conhecer a realidade e ver a necessidade para ampliarmos a produção. O produtor produz e adquire peixe da região, processa o produto e entrega nos comércios. Vimos a necessidade de novos equipamentos e de um caminhão refrigerado, buscaremos alternativas para ajudar a impulsionar ainda mais a Serra Dourada Pescado. Recomendo aos nossos agricultores que tenham o sonho de montar sua agroindústria, que procurem o escritório local da Emater e busquem o apoio necessário, e assim fomentaremos a nossa economia”, pontuou Adeilso da Silva.

Fonte: Governo de Rondônia

Notícias Relacionadas