Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
17
set
2020

Agroindústria produz o Café Artesanal BF no interior de Espigão do Oeste

Distante a 28 Km da sede do município em direção a Linha Zero está localizada a pequeno sitio do produtor Roberto Carlos Betsel.

No local com ajuda da família ele instalou uma pequena agroindústria de torrefação de café.

A construção foi feita com recursos próprios do produtor, assim como a aquisição dos equipamentos que compõem a agroindústria.

 “Na época eu vendi uns bezerros para juntar o dinheiro e poder começar a construção”, brincou Betsel”

No local, Betsel industrializa todo o café que é produzido na lavoura de sua propriedade (aproximadamente 5 mil pés). Segundo o produtor tudo que é produzido é secado, torrado, moído e envasado para a comercialização.

Na preparação e produção do café artesanal BF, “Robusta Amazônico” o produtor utiliza três variedades de grãos que segundo ele é para dar mais consistência, aroma e sabor no produto final.

São três variedades de café que são torrados em separados e depois misturado para então compor a matéria prima que eu utilizo na produção do “BF Café, Robusta Amazônico”, destacou.

Para chegar a essa qualidade do produto final, o produtor Roberto Betsel afirmou que são várias as etapas de preparação do café.

“Começa pela secagem do grão que tem que ser feita no terreiro, não pode ser feita no secador industrial”.

 “O café apurado no secador perde qualidade, produz um tipo de oleosidade que exala um aroma muito ruim, dai ele perde o seu tradicional aroma e sabor “

Hoje a produção da lavoura de Roberto Betsel não consegue abastecer a sua linha de produção e, ele já está adquirindo café de outros produtores na região. “Hoje eu já estou industrializando produtos adquiridos de vizinhos aqui do sitio”, pontuou.

Para manter a sua produção, Roberto Betsel adquiriu recentemente 200 sacas de café junto a um produtor vizinho. “Até o final do ano vou ter que comprar mais umas 100 sacas para manter a produção”, afirmou.

Atualmente a agroindústria de torrefação instalada na propriedade de Roberto Betsel está com uma produção média de 1.500 quilos de café moídos e envasados.

“Hoje estamos produzindo e comercializando uma média de 3.000 pacotes de 500 gramas de café”.

Roberto Betsel trabalha com a ajuda da esposa que faz a parte de moagem, envasamento e pesagem e do filho que atua na selagem e na preparação final do produto para ser comercializado.

O café artesanal “BF Robusta Amazônico” já está sendo comercializado em Espigão do Oeste e agora começa a ser vendido na região. “Tem um vendedor que está levando nosso produto para Vilhena, Parecis, em Cacoal e também Ministro Andreazza”, afirmou o produtor.

Betsel trabalha com um objetivo de alcançar uma média de produção e comercialização em torno de 3.000 quilos de café. “Eu espero a partir de 2021 trabalhar com a produção e venda de uns 6.000 pacotes de café BF”, concluiu Betsel.

Os comércios locais que ainda não conhecem o “Café Artesanal BF Robusta Amazônico” e desejam ter esse produto em suas prateleiras basta entrar em contato com o produtor rural Roberto Carlos Betsel através do telefone (69) 99261-7572.

Autor/Fotos: Luizinho Carvalho/Cientista Social

Notícias Relacionadas