Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
17
set
2020

Água escorrendo por ruas pode motivar multas

Moradores poderão ser multados em até R$ 500 (Foto: Magda Oliveira/G1)

Os proprietários de residências que estiverem deixando água escorrer em ruas de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, poderão ser multados em mais de R$ 500 pela Secretaria Municipal de Planejamento. Segundo o órgão, muitos destes vazamentos são os principais responsáveis pela formação de buracos. Para encontrar flagrantes desta prática, o município está realizando a ação de fiscalização “Águas Servidas” nos bairros.

Conforme o diretor de planejamento da secretaria, Itamar Neri da Silva, a medida já está valendo e a população deve se conscientizar. “São águas de pia, de piscinas e caixas d’água, por exemplo. Qualquer água que estiver escorrendo para a rua, nós notificaremos o responsável. Esses vazamentos danificam o asfalto, trazendo prejuízos para toda a população que utiliza a via”, afirma.

As pessoas que forem flagradas realizando essa prática pagarão pelo suposto prejuízo causado ao município, que será calculado através da Unidade Fiscal de Cacoal (UFC). “A multa inicial será de R$ 500, mas, caso haja reincidências, esse valor poderá ser dobrado, sempre calculado com o valor da última multa recebida”, explicou o diretor.

Para Neri, boa parte dos buracos existentes na cidade é em locais que possuem água escorrendo ou tenha sabão. No Código de Postura do município é previsto a limpeza de calçadas ou varandas, mas estas devem ser feitas em horários de pouco fluxo de veículos. A água para lavar não deve possuir agentes químicos.

Conforme o município, a população terá que pensar em alternativas para não permitir que mais água escorra nas vias durante o dia. “A sugestão é que as lavagens de calçadas, por exemplo, seja realizada no período noturno, pois há pouco veículos circulando, evitando assim  um atrito para não causar buracos”, ressalta o diretor da secretaria.  Os agentes estão percorrendo toda a cidade, sendo que as autuações foram divididas por bairros.

Notícias Relacionadas