Publicidade

Publicidade

Ambulância de Espigão do Oeste está parada há 03 meses, conserto custa pouco mais de R$ 4 mil

Previsão é que fique pronta dentro de 30 ou até 60 dias.

Real Turismo

A maior ambulância de Espigão do Oeste, a mais adequada para levar os pacientes para Porto Velho e em viagens mais longas, encontra-se parada por falta de recurso financeiro segundo relatado por um servidor público.

 

Denúncia

O Portal Espigão recebeu uma ligação, em que foi relatado que há meses o veículo está no pátio da concessionária, aparentemente aguardando um conserto. Cansado de presenciar a situação e sem saber o que estava acontecendo, a pessoa decidiu entrar em contato com jornal eletrônico para que a situação fosse apurada.

A ambulância

O veículo encontra-se parado desde o mês de novembro de 2017, e o valor do orçamento é de R$ 4.630,86 (Quatro mil, seiscentos e trinta reais e oitenta e seis centavos), segundo Lidio Pereira da Silva, que é encarregado de controle de veículos e combustível da SEMSAU. (veja orçamento ao lado)

Ele relatou que o veículo foi levado para realizar a revisão, e que foi constatado alguns problemas que impedem a ambulância de circular, e tais problemas não estavam na previsão de orçamento e por tanto, não foi possível realizar os reparos necessários.

Previsão para solução

Lídio disse ter informado a Procuradoria Municipal para que pudesse tomar as providências e ver as possibilidades para que o serviço fosse feito com dispensa de licitação, contudo foi informado que não era possível, tendo em vista que a prefeitura já teria feito dispensa no começo do ano e por tanto incorreria no risco de ser autuada pelo Tribunal de Contas do Estado.

O servidor informou que o processo já está tramitando, entretanto acredita que irá levar ainda de 30 até 60 dias para que tudo esteja resolvido.

 

por Portal Espigão
da Portal Espigão

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais