Publicidade

Publicidade

Publicidade

Aprovada PEC que torna feminicídio crime imprescritível e inafiançável

Senadores aprovaram nesta 4ª feira

2 turnos foram votados no plenário

Matéria vai à Câmara dos Deputados

0
Real Turismo

O Senado aprovou em 2 turnos nesta 4ª feira (6.nov.2019), por unanimidade, uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que torna o crime de feminicídio imprescritível e inafiançável. A matéria vai agora à Câmara dos Deputados.

“Estudo recente da Organização Mundial de Saúde situou o Brasil num desonroso 5º lugar na taxa de feminicídios entre 84 nações pesquisadas… O Congresso Nacional tem feito a sua parte”, argumenta a autora Rose de Freitas (Podemos-ES) em sua proposta.

O texto foi aprovado na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) em 30 de outubro. Em plenário, eram necessários 49 votos para ser aprovado. No 1º turno, o placar foi de 58 votos favoráveis e nenhum contrário. Já no 2º turno, minutos depois, houve 60 votos em favor do projeto e nenhum contra.

O relator da proposta, Alessandro Vieira (Cidadania-SE), explicou em seu parecer que os registros de feminicídio cresceram em 1 ano. Por sugestão da presidente da CCJ do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), ele também incluiu o estupro na lista de crimes imprescritíveis.

Vieira cita estudos da USP (Universidade de São Paulo) e da Pesquisa Violência Doméstica contra a Mulher, realizada pelo DataSenado, em parceria com o Observatório da Mulher contra a Violência.

“Portanto, precisamos comunicar aos agressores que a violência contra as mulheres não é admissível e será severamente punida pela ação estatal. Tornar o feminicídio imprescritível é 1 dos caminhos possíveis para a dissuasão que pretendemos”, escreveu no relatório.

Fonte: Poder360

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais