Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
30
jul
2020

Aterro sanitário entra na fase de drenagem em Jaru, RO; obra está 70% concluída

O aterro sanitário da Zona Rural de Jaru (RO), município a cerca de 290 quilômetros da capital Porto Velho, chegou na fase de instalação da geomembrana e drenagem do sono. A obra, que começou em setembro deste ano, está 70% concluída, conforme a prefeitura da cidade.

A instalação da geomembrana e drenagem servirá para reter a decomposição dos resíduos, além de evitar o contato com o solo. Segundo o prefeito João Gonçalves Júnior, o aterro deverá receber 20 toneladas de lixo produzidos por dia na região.

“O aterro sanitário é aguardado há mais de 30 anos. Atualmente Jaru produz aproximadamente 20 toneladas de lixo diariamente e tudo é levado para o lixão a céu aberto, que além de desumano, oferece riscos à saúde dos catadores de materiais recicláveis e moradores”, disse.

O serviço para instalação do aterro sanitário é executado pela prefeitura em parceria com o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) e Associação Amigos de Jaru.

O executivo local não divulgou a previsão de conclusão da obra e, até a última atualização desta reportagem, não havia informado o valor licitado na obra.

Notícias Relacionadas