Banco do Povo abre as portas para microempreendedores em Campo Novo de Rondônia

Real Turismo

Linhas de crédito especial, rápida, fácil e sem burocracia chegam para os microempreendedores de Campo Novo de Rondônia. Na sexta-feira (2), na inauguração do Banco do Povo, o governador Confúcio Moura entregou  aos primeiros clientes cheques de R$ 5 mil.

“O juro é baixo e bom. Se eu pagar as parcelas em dia, ainda ganho desconto”, a declaração é de um dos primeiros clientes do BPR, Jonas costa, proprietário uma chácara de 15 hectares em Rio Branco, distrito de Campo Novo, onde, junto com sua esposa e seus três filhos, trabalha com gado leiteiro e viu no Banco do Povo a oportunidade de  ampliar a atividade e garantir a rentabilidade maior para a família, emprestando R$ 5 mil reais para compra de duas vacas leiteira. “Daqui a dois anos, além das duas vacas, terei quatro bezerros, sem falar na produção de leite que vai  render um dinherinho.  É um bom negocio e eu indico”.

O Banco do Povo está  presente em 36 cidades do estado, mas chega aos 52 municípios por meio de agências móveis e itinerantes. Somente na região Vale do Jamari são 8 agências.

O presidente do Fundo de Apoio ao Empreendimento Popular de Ariquemes (Faepar), Arnaldo Campos, destacou que o Banco do Povo dá  oportunidades àquelas pessoas que não tinham condições de conseguir o crédito no banco convencional, e que a missão e objetivo  é gerar emprego e renda, facilitando com crédito rápido, fácil e sem burocracia para os microempreendedores dos mais variados seguimentos no campo e na cidade, fortalecendo a economia do município. “Desde a implantação, já operacionalizamos mais de R$ 40 milhões e geramos mais de 6 mil empregos diretos e indiretos”, informou Arnaldo.

Para o prefeito, Ocimar Aparecido Ferreira, o Banco do Povo no município significa prosperidade de bons negócios para os microempreendedores da área rural e urbana, provocando o desenvolvimento socioeconômico. “Essa linha de crédito é a injeção direta de recurso na economia e a circulação local mais forte”, disse Ferreira ao agradecer o governador.

“Hoje, inauguramos em Campo Novo de Rondônia um banco pequeno, mas que traz grandes oportunidades para as pessoas com poucos recursos, porém é empreendedor e tem vontade de crescer”, disse o governador  na solenidade de inauguração do Banco do Povo.

Com recursos de R$ 1 milhão, o Banco do Povo de Rondônia implantará ainda neste mês a  Moeda Social Digital,  um programa de inclusão social que vem movimentando a economia em regiões estratégicas, fortalecendo o comércio e impulsionando a geração de emprego e renda. Cada Moeda equivale a R$ 1,00. Em cada município a moeda tem um nome especifico. Em Campo Novo ela foi batizada pelo governador de Moeda Social Digital Pacaás em homenagem ao Parque Nacional Pacaás Novos, que é uma das maiores Unidades de Conservação do Estado, e encontra-se sobreposto à Terra Indígena Uru-Eu-Wau-Wau no município.

Além da Moeda Digital Social, que serve como uma cartão de crédito, o Banco do Povo oferece também aos  cidadãos o cartão Mais semente e o Mais Calcário. “Com o Mais semente os senhores podem fazer as compras das sementes de hortaliças, feijão, arroz, cacau, milho e café  nos comércios cadastrados”, explica Confúcio.

O recurso do  Banco do Povo  é proveniente do Fundo de Investimentos e Desenvolvimento Industrial de Rondônia (Fider) e é liberado através da Suder, a Superintendência do Desenvolvimento do Estado. Em Campo Novo, a agencia foi implantada  com apoio da prefeitura e Câmara de Vereadores.

Homenagem

Durante a solenidade de inauguração do Banco do Povo o governador Confúcio Moura foi surpreendido com homenagem da Câmara de Vereadores de Campo Novo de Rondônia com Titulo de Cidadão Honorário Camponovense  em reconhecimento ao investimento de mais de R$ 50 milhões do governo estadual nas obras de pavimentação de 25 quilômetros, na BR-421.

por Secom Governo
da Secom Governo

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais