Publicidade

Publicidade

Batalhão de Polícia Ambiental apresenta resultados positivos e estatísticas em solenidade de 34 anos de criação

0
Real Turismo

A entrega de medalhas do Mérito Batalhão Ambiental e certificado de Amigos do Batalhão Ambiental marcaram as comemorações alusivas aos 34 anos do Batalhão de Polícia Ambiental, sendo apresentado, ainda, as estatísticas deste ano com o registro de 327 boletins de ocorrência, resultando em 306 pessoas conduzidas, 55 armas de fogo apreendidas, 3 toneladas de pescado ilegal apreendidas e outras ações em defesa do meio ambiente. Com a missão de atuar diretamente na proteção e conservação do meio ambiente do Estado de Rondônia, o BPA conta com atuação de policiais militares imbuídos em apresentar uma nova percepção à sociedade quanto à utilização racional dos recursos naturais, ajudando a preservá-los para presentes e futuras gerações.

Durante a solenidade realizada na noite de quarta-feira (10), no Teatro Guaporé, o comandante do Batalhão de Polícia Ambiental, major PM Washington Soares Francisco, destacou as atividades desenvolvidas pelos policiais militares apontando que o Batalhão chega aos 34 anos com uma história sólida de trabalho pelo Estado, sendo motivo de orgulho. “Dessa forma agradecemos todos aqueles que nos apoiam diuturnamente: Ibama, Sedam, Icmbio, PF, MPE, MPF, Exército Brasileiro, ao comando-geral da PM, ou seja, todos que contribuem para que consigamos manter o Estado um lugar onde possamos, ainda no futuro, nos orgulhar de tanta beleza”, salientou major PM Washington.

O comandante do BPA iniciou seu discurso trazendo à tona a frase deixada pelo ambientalista Chico Mendes, que diz: “No começo pensei que estivesse lutando para salvar seringueiras, depois pensei que estava lutando para salvar a Floresta Amazônica. Agora, percebo que estou lutando pela humanidade”.

Segundo argumentado pelo major PM Washington, entende-se que a frase revela a real causa que move os aguerridos homens e mulheres integrantes do Batalhão de Polícia Ambiental que têm a missão de adentrar em florestas hostis, patrulhar regiões inóspitas, navegar águas revoltas. “Não são tarefas simples, porém necessárias para garantir a proteção da fauna, flora, hídricos, evitando poluição, queimadas, caça e a pesca ilegal em todo território rondoniense. Apesar de curta, a célebre frase do ambientalista Chico Mendes é bastante emblemática e oportuna para demonstrar a importância do trabalho desenvolvido pelo Batalhão de Polícia Ambiental nestes 34 anos de existência”, sintetiza o comandante do BPA.

A conscientização sobre a importância da preservação do meio ambiente é uma ferramenta de suma importância. Nesse sentido, o comandante do BPA, enfatiza que a Organização Militar diz respeito, antes de tudo, à preservação da vida. A centralidade na proteção ambiental nada mais significa que a defesa da vida humana e do direito às gerações presentes e futuras. Ele ressalta que enquanto outras modalidades de  policiamento protegem as individualidades como a vida, o patrimônio ou o trânsito, as policiais ambientais protegem o meio onde vivemos.

“Protegemos a natureza que nos cerca: os animais do nosso ecossistema, o ar que respiramos, as águas que nos abastecem. Em um mundo onde a poluição e a degradação ambiental estão colocando em risco o futuro de nossos filhos, nós do Policiamento Ambiental temos a missão de assegurar um mundo melhor para as próximas gerações, contribuindo para que o homem e toda forma de biodiversidade coexistam num perfeito equilíbrio natural”, disse o comandante do BPA.

Atualmente, o Batalhão de Polícia Militar tem policiais militares que estão distribuídos em 13 localidades: Candeias, Guajará Mirim, Calama, Ariquemes, Jaru, Machadinho, UHE-Samuel, P. Bueno, Alta Floresta, Alvorada D’oeste, São Miguel do Guaporé, Vilhena e Cerejeiras.

COMBATE AO CRIME CONTRA O MEIO AMBIENTE

Presente à solenidade de aniversário do Batalhão de Polícia Ambiental, o comandante-geral da Polícia Militar do Estado de Rondônia, coronel PM Mauro Ronaldo Flôres Corrêa, deixou claro que muito tem a comemorar, enaltecendo as ações desempenhadas por cada policial militar do BPA, com  trabalho de abnegação de afinco por via terrestre e fluvial ou nos mais difíceis locais de se chegar para que seja garantido o combate ao crime praticado contra o meio ambiente.

“Os resultados são satisfatórios. Muito se tem conseguido e tudo isso graças ao comprometimento dos nossos policiais e, neste caso, não poderíamos deixar de destacar os parceiros e significativamente destacamos a Sedam, Ibama, Ministério Público, o Exército Brasileiro que tanto nos auxiliam, nos ajudam e que tanto facilitam o trabalho da Polícia Militar. Agradecemos a todos os parceiros que têm somado com o Batalhão Ambiental”, enfatizou o comandante-geral da Polícia Militar.

Também participaram da solenidade de aniversário do BPA o comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, o general de Brigada José Eduardo Leal; o  chefe do Estado Maior da Polícia Militar, coronel PM Alexandre Luís de Freitas Almeida; o corregedor da PM, coronel PM José Carlos da Silva; o coordenador de Pessoal da PM, coronel PM Alex Silveira Diefenthaeler; o comandante de Policiamento Especializado, tenente coronel PM Áureo Cesar da Silva; o secretário adjunto da Sesdec, Hélio Gomes.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais