Publicidade

Publicidade

Publicidade

Brasileira é espancada e assassinada com 4 tiros pelo marido na Bolívia

0
Real Turismo

Um relacionamento que está cercado de dúvidas em relação a um casal de brasileiros, teve seu fim trágico na manhã desta terça-feira (23), quando o homem matou com cerca de quatro tiros, sua companheira que era mãe de uma criança de menos de dois anos de idade.

Segundo foi apurado por pessoas que conheciam a vítima no hospital universitário Roberto Galindo, localizado na cidade de Cobija, capital do estado de Pando – lado boliviano, onde está o corpo, o relacionamento era conturbado e com vários registros de violência doméstica. Alguns desses casos estão registrados na delegacia de Epitaciolândia.

Jéssica Santos de Paula (26), teria passado uma temporada em sua cidade natal de Eirunepé (AM), quando resolveu voltar e reatou o conturbado relacionamento a cerca de três dias atrás. Na manhã de hoje, dia 23, se encontrava na casa da cunhada identificada como Rosemira Alves, quando Euclides Alves de Oliveira (28), teria encontrado uma mensagem no celular e teve uma crise de ciúmes.

L

Jéssica teria sido espancada e em seguida, o acusado sacou de uma arma efetuando cerca de quatro disparos, acertando um no rosto, dois no abdômen e um no braço esquerdo. A mulher ainda foi socorrida com vida para o hospital universitário Roberto Galindo, mas, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

O suspeito, Euclides Alves de Oliveira, fugiu tomando rumo ignorado. As autoridades da Policia Nacional Boliviana foram acionadas e também do lado brasileiro.

Foi informado que o pai, que mora no Amazonas, já estaria sabendo da tragédia com sua filha. O mesmo já estaria viajando para a fronteira, afim de reconhecer o corpo e realizar o translado para a cidade natal.

Euclides é o principal suspeito e está sendo procurado após cometer o crime na casa da irmã

por anoticiamais
da anoticiamais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais