CCJ aprova política de estímulo ao empreendedorismo de jovens no campo

A proposta incentiva a educação, capacitação técnica, acesso ao crédito e difusão de tecnologias no meio rural

0
Real Turismo

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta segunda-feira (16) proposta do Senado que cria a Política Nacional de Estímulo ao Empreendedorismo do Jovem do Campo (PNEEJC).

O objetivo do Projeto de Lei 6900/17 é estimular o empreendedorismo entre os filhos de agricultores e apoiar iniciativas que deem a eles viabilidade econômica para permanecer no meio rural.

O texto foi relatado pelo deputado Léo Moraes (Pode-RO), que recomendou a aprovação. O parecer restringiu-se à análise da constitucionalidade da proposta, já que o mérito foi analisado pelas comissões anteriores (Educação e Agricultura).

Por tramitar em caráter conclusivo, o texto retorna ao Senado para análise das modificações feitas pela Câmara.

Público-alvo
A PNEEJC tem como público-alvo jovens com idade entre 15 e 29 anos. A política estrutura-se em quatro eixos de ação: educação empreendedora, capacitação técnica, acesso ao crédito e difusão de tecnologias no meio rural. Para cada um deles estão previstas diversas medidas.

Em relação à capacitação técnica, por exemplo, a PNEEJC engloba aspectos como a oferta de conhecimentos relacionados ao empreendimento rural, noções sobre funcionamento do mercado e compreensão das variáveis econômicas determinantes do empreendimento rural.

A difusão de tecnologias no meio rural inclui o incentivo à criação de polos tecnológicos no meio rural, investimentos em pesquisas de tecnologias apropriadas à agricultura familiar, estímulo à inclusão digital de jovens do campo e incentivos financeiros temporários a projetos que apliquem tecnologias de convivência com o semiárido.

A PNEEJC também incentivará a viabilização de novos empreendimentos e a manutenção e a expansão de empreendimentos já existentes por meio de linhas de crédito rural específicas para os jovens do campo.

O poder público poderá instituir o Comitê de Formação Empreendedora do Jovem do Campo (CFEJ), com a participação de órgãos públicos, do Sebrae e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), para planejar e coordenar a execução da PNEEJC.

Fonte: Agência Câmara Notícias

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais