Publicidade

Publicidade

Com adoção de tecnologia, agricultor familiar amplia produção com mais de mil hectares de grãos plantados

Real Turismo

Filho do produtor rural Remi de Ros, que há dez anos deixou a cidade de Treze Tílias, em Santa Catarina, para garantir o sustento da família em São Miguel do Guaporé, Murilo de Ros, de 9 anos, é o novo representante do futuro da agropecuária de Rondônia. “Amo a agricultura”, afirma entusiasmado.

“Lá não tinha mais espaço para crescer, e aqui temos muitas oportunidades”, descreve Remi de Ros, que iniciou a atividade na região da BR-429 com 50 hectares de lavoura. Hoje a família toca a fazenda em sistema integrado de produção de soja, arroz, milho, bovinos e suínos.  A propriedade conta com uma agroindústria familiar para o processamento dos suínos.

A região da BR-429, composta pelos municípios de Alvorada do Oeste, Seringueiras, São Francisco do Guaporé, São Miguel do Guaporé e Costa Marques, tem sua economia baseada na pecuária. As lavouras de milho, soja, arroz, feijão e inhame estão mudando a paisagem do Vale do Guaporé, fortalecendo o desenvolvimento dos municípios, gerando emprego e renda no campo e nas áreas urbanas.

O gerente local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO), Ruy Eloy, lembra com alegria que a família Ros foi uma das primeiras no município a acessar os benefícios do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) para implementação da lavoura. “Essa família começou como pronafianos e hoje, com a adoção de tecnologia, conseguiram se estabelecer na atividade, gerando empregos e renda no município”, disse Eloy.

Para o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, a agricultura no estado tem uma particularidade que é a expansão da soja sobre áreas antropizadas, apresentando degradação. “Temos mais de quatro milhões de hectares passando por um processo de degradação. Uma alternativa viável para a recuperação com sustentabilidade é através da integração lavoura-pecuária”, explicou o secretário.

A estimativa da produção de grãos para a safra 2016/2017 em Rondônia é de 1,6 milhão de toneladas. O crescimento deverá ser de 1,8% em relação à safra anterior, ou 21 mil toneladas.  A área plantada está estimada em 482,8 mil hectares. Os dados são do 4º Levantamento da Safra 2016/2017, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais