Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
16
jan
2021

Com o aumento de casos de COVID em Espigão do Oeste, falta a secretaria de saúde, organizar ao menos a fila de exames

Ontem a imprensa foi chamada para que o prefeito juntamente com a secretária de saúde, pudessem falar do novo decreto municipal e das exigências quanto ao comportamento social em todo o município.

Normas para empresas, normas para cidadãos, mas o governo precisa e deve fazer a parte dele também.

Não adianta ter fiscais municipais nas empresas, e não consegui sequer fiscalizar a organização de uma fila. Governo novo, tudo se organizando ainda, pega o saldo de uma gestão deficitária, que teve um ano e parece não ter se organizado adequadamente para o momento.

A ideia inicial sempre foi “fiquem em casa” enquanto nos governantes organizamos a saúde, com o vasto recurso que foi enviado. Chegou-se ao ponto crítico da contaminação e fica claro que quem mais falhou nessa crise, foram prefeitos e governadores, que não fizeram o mínimo necessário para entregar hospitais de campanha, e ambientes próprios para que a doença possa ser tratada.

Ao que consta é mais fácil pedir isolamento social nas empresas, do que organizar uma simples fila de exames, e não é qualquer exame, é o próprio, o de COVID.

Veja o vídeo que circula nas redes sociais:

 

Notícias Relacionadas