Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
18
set
2020

Com pandemia, rondonienses deixam de viajar para o sudeste e queda chega a 48% no semestre

pandemia do coronavírus provocou uma queda de 48% no número de passageiros que viajavam de Rondônia para o sudeste, de acordo com relatório do primeiro semestre da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Entre janeiro e junho do ano passado, 59.680 viajantes decolaram de Rondônia com destino a algum aeroporto da região sudeste. Já no mesmo período de 2020 foram 30.663 passageiros embarcando ao sudeste.

A Azul foi a companhia que mais perdeu passageiros saindo de Rondônia para o sudeste. A queda é de 41,4% no primeiro semestre e foi puxada pela retirada dos voos da companhia no interior, além da redução no número de voos saindo de Porto Velho (por causa da Covid-19).

Já a Latam teve uma queda de 25,3% no número de passageiros em Rondônia, entre janeiro e junho.

Queda disparada após março

Os dados da Anac indicam que a queda de passageiros começou em janeiro de 2020, mas disparou a partir de março, quando foi decretado calamidade pública por causa do coronavírus no estado rondoniense.

Em janeiro, por exemplo, quase 11 mil pessoas saíram dos aeroportos de Rondônia para a região sudeste. Já em abril foram 1.733 viajantes.

Estados que mais perderam passageiros de RO

Segundo a Anac, Minas Gerais foi o estado do sudeste que recebeu menos passageiros oriundos de Rondônia. No primeiro semestre do ano passado, 25,2 mil viajantes saíram do estado com destino à capital mineira. Já nos seis primeiros meses deste ano foram 10.899.

Enquanto isso, o estado de São Paulo perdeu 42,7% dos passageiros de Rondônia no primeiro semestre. Caiu de 34.487 para 19.764 (em relação ao mesmo período do ano passado).

Fonte: G1

Notícias Relacionadas