Objeto Moveis _ 970×90

Combate à evasão escolar e tecnologia são armas contra a criminalidade, diz governador Daniel Pereira

O combate à evasão escolar deve enfrentado pelo estado sob todas as formas, defendeu o governador Daniel Pereira, na terça-feira (10), ao presidir a solenidade de troca de comando da Polícia Militar de Rondônia. O coronel PM Mauro Ronaldo Flores Correa assumiu o cargo e substituição ao coronel PM Ênedy Dias. Baseado num estudo recente, o governador disse que 90% dos adolescentes envolvidos em atos infracionais abandonaram as salas de aula.

“Precisamos combater a causa, não o efeito”, sustentou Daniel Pereira ao apontar a evasão escolar como uma das origens da elevação dos índices de violência no país. Ele propôs que professores, orientadores e diretores mantenham rígido controle da frequência escolar dos alunos e indicou que a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) está concluindo um mecanismo que facilitará estas observações.

Daniel Pereira fez citações sobre iniciativas do coronel Ênedy que tornaram a Polícia Militar mais eficiente e valorizada. Um longo elogio do governador também foi lido durante a cerimônia. No documento constam feitos para para promover valorização da tropa através melhorias salariais, qualificação profissional, ampliação do programa de resistência às drogas e do número de colégios militares no estado, entre outras.

ELOGIOS

Diante da tropa, o governador reiterou que o ex-comandante Ênedy prestou uma grande contribuição à corporação.

Ao novo comandante, coronel PM Mauro Ronaldo Flores Correa, Daniel Pereira agradeceu por ter aceitado “o desafio de prestar serviço ao estado no comando da instituição”.

O ex-governador Confúcio Moura, a quem Daniel Pereira sucede, foi citado três vezes no discurso do governador. Disse que

herdou a “missão quase impossível” de dar prosseguimento à gestão de Confúcio, mas salientou que os mecanismos criados pelo antecessor devem facilitar o trabalho.

A intervenções para assegurar a segurança ao cidadão, segundo o governador, passam pela tecnologia e vários caminhos serão tomados para que isto ocorra.

TECNOLOGIA

Sob aplausos, ele anunciou que estes meios possibilitarão a delegados de polícia atender mais de uma delegacia e, desta forma potencializar o aproveitamento dos profissionais em outras áreas mais carentes. Os policiais militares, também utilizarão tecnologia oferecida pelo Tribunal de Justiça, que elimina papel e caneta. Os feitos dos policiais serão transmitidos com agilidade para o delegado plantonista ao Judiciário.

O coronel PM Mauro Ronaldo Flores Correa, é gaúcho, 51 anos e ingressou na PM de Rondônia há 24 anos. É bacharel em Direito, ocupou vários cargos na corporação e uma longa lista de cursos de qualificação.

Foi subdiretor da Diretoria de Ensino e chefe da área de Projetos da Diretoria de Apoio Logístico e Administrativo da PM. Também atuou como gerente da Integração de Segurança Pública da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

Pouco depois de tomar posse no comando da instituição, anunciou que lema é “lealdade, disciplina e constância” e pediu o compromisso da tropa nesta missão.

por Secom Governo
da Secom Governo

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais