Publicidade

Publicidade

Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café chega à fase semifinal em Rondônia

0
Real Turismo

Falta pouco para que o grande vencedor do Concafé 2019 seja apresentado. O Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café está na fase de degustação, quando serão selecionados os finalistas dos 306 cafeicultores que entregaram suas amostras. Segundo os especialistas, a concorrência está grande, pois a qualidade do café de Rondônia melhorou muito.

O 4º Concursos de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (Concafé) deste ano superou as expectativas dos organizadores. O número de participante (116 na primeira edição de 2016 e 136 no ano passado) mais que dobrou este ano. Foram 306 amostras de café advindas de todas as regiões do estado.

As inscrições para participar do Concafé 2019 foram abertas no dia 10 de abril e encerradas mês passado, período em que a Emater-RO recebeu as amostras. Ao final de agosto a equipe da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) deu início à triagem das amostras e à classificação física dos grãos, encaminhando-os para a fase de degustação.

Essa terceira fase está sendo realizada em Cacoal por especialistas denominados R-Graders – avaliador profissional de degustação e classificação de cafés robusta certificado pelo Instituto de Qualidade do Café (Coffee Quality Institute-CQI). Para fazer a avaliação das 306 amostras foram convidados cinco R-Graders, sendo três do Espírito Santo, um de Minas Gerais e um de Rondônia, todos credenciados para essa prova.

Segundo Rafael Cidade, engenheiro agrônomo da Emater-RO que integra a equipe de coordenação do concurso, nos dias 2 e 3 deste mês as equipes preparam as amostras com a torra dos grãos e no dia 4 deu-se início à fase de degustação que deverá seguir esta sexta-feira (6).

“Após essa fase, nós estaremos visitando as propriedades cujos produtores foram melhores classificados para verificar in loco se, de fato, os cafés deles correspondem às amostras apresentadas”, explica Rafael.

Os R-Graders que estão realizando o processo de degustação e avaliação dos cafés são vinculados a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, sigla em inglês). Eles tem a prerrogativa de emitir laudos oficiais da degustação de cafés especiais, seguindo protocolos internacionais. “Eles passam por calibragem sensorial a cada 2 anos e todos que estão participando do Concafé estão com seus certificados atualizados”, afirma Rafael.

A grande final, quando serão conhecidos os melhores produtores de café nas categorias qualidade e sustentabilidade será realizada pelo governo do Estado de Rondônia no dia 3 de outubro, nas dependências do Cacoal Selva Parque Hotel e conta com a parceria entre a Emater-RO, Idaron, Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi)

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais