Publicidade

Consultoria do Hospital Sírio Libanês inicia diagnóstico no Hospital João Paulo II

0
Real Turismo

Os técnicos do Hospital Sírio-Libanês que realizam consultoria no Pronto Socorro João Paulo II, através do  Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), depois de realizarem visitas in loco à Unidade para acompanhar o fluxo interno e ouvir os profissionais, estiveram reunidos nesta terça-feira, 26, com a secretária adjunta de Saúde do Estado, Katiane Maia, assessoria técnica e gestores do JPII, para  explicar como será feita a segunda fase do levantamento de dados no Pronto Socorro. Os dados servirão para elaborar o diagnóstico, que vai nortear o desenvolvimento do Plano Estratégico de Gestão Hospitalar.

Agora os consultores iniciam o levantamento de dados junto aos técnicos da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), que abrange as informações, desde estudo epidemiológico, sociodemográfico, desempenho econômico financeiro, análise de infraestrutura e parque tecnológico. “Um plano robusto de diagnóstico feito por uma instituição renomada como o Sírio-Libanês nos dá subsídio e credibilidade para que órgãos como Tribunal de Contas, Ministério Público e Ministério da Saúde apoiem o desenvolvimento de ações que corrijam distorções”, explicou a adjunta da Sesau, Katiane Maia.

Durante o diagnóstico serão avaliados alguns aspectos. “Como a capacidade do Hospital, produção assistencial e papel na rede, dimensionamento e avaliação geral de recursos humanos”, explicou o consultor Everton de Macedo.

O Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) é uma conquista do governo do Estado junto ao Ministério da Saúde. A consultoria tem um prazo de seis meses, a custo zero para o Estado e tem o objetivo de propor um plano de ação para garantir um atendimento resolutivo aos pacientes do SUS que será apresentado ao Ministério da Saúde.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais