Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
23
Maio
2020

COVID-19: Nova denúncia aponta descaso e despreparo na saúde de Espigão do Oeste, ouça o áudio

Uma moradora de Espigão do Oeste, procurou o Portal Espigão, através de terceiros, para fazer uma denúncia sobre como a saúde pública de Espigão do Oeste, procedeu com um caso que foi recentemente confirmado como positivo.

Segundo os relatos, o caso trata-se de um profissional da saúde, que teria viajado para Porto Velho, e acredita-se que tenha sido lá a contaminação. Foi pedido a denunciante que enviasse um áudio autorizando a divulgação, uma vez que em tempos de pandemia, muitas pessoas têm enviados áudios nem sempre verdadeiros.

Assim, nos foi enviado um áudio relatando todo o caso, sendo que a denunciante fala seu nome e autoriza a divulgação, fala também o nome dos envolvidos, prezando pelo cuidado com a integridade moral das pessoas, tomamos o cuidado de ocultar os nomes, para que estes não venham a ser julgados socialmente, ainda que vítimas de um eventual descaso do Poder Público.

Quase ao final do áudio, um dado chama atenção, segundo relatado, uma funcionária da saúde que apesar de ter contato com um paciente que era suspeito e logo após testou positivo, ainda assim foi encaminhada para a subseção da OAB de Espigão do Oeste, para vacinar os advogados e advogadas, contudo o primeiro exame deu negativo, apesar da paciente alegar que não tinha o prazo necessário do protocolo para realizar o exame, o teste feito, foi o rápido.

As denúncias são graves e devem ser apuradas o quanto antes, o Poder Público em Espigão do Oeste tem feito pronunciamentos, e cobrado de forma firme da população para que adotem hábitos condizentes com a realidade, entretanto o relato demonstra que mais uma vez a saúde municipal não tem feito o seu papel da forma que se espera.

OUTRO LADO

Buscamos contato junto a Secretária de Saúde, contudo sem sucesso, tentamos via WhatsApp e também ligamos para o celular da mesma, não fomos atendidos. Tivemos apenas uma resposta de que estava em reunião e que não poderia falar, a matéria subiu ao ar, 01h e 41m após a secretária ter conhecimento da denúncia, e ainda assim não tivemos resposta.

Abaixo a íntegra do áudio que recebemos 

Notícias Relacionadas