Publicidade

Publicidade

Curso preparatório para novos professores é defendido pelo senador Confúcio Moura

A medida visa aprimorar a qualificação do professor antes de assumir a sala de aula

0
Real Turismo

Para o Senador Confúcio (MDB-RO) não há outro caminho para melhorar a educação no Brasil que não seja pelo professor, que muitas vezes se sente abandonado à própria sorte na sala de aula, se virando como pode. O parlamentar defendeu em Plenário, na última segunda-feira (25), um curso preparatório para novos professores aprovados em concursos públicos e a formação de lideranças para a categoria.

De acordo com o parlamentar, o delegado de polícia, o agente penitenciário e os policiais militares e civis, ao serem aprovados em concursos, têm um período de preparação na academia de polícia, onde aprende as rotinas, os protocolos, a legislação e a dura vida na atividade. Já o professor, ao ser aprovado em concurso, vai direto para a sala de aula, sem ainda entender a complexidade de conduzir aquele espaço educacional.

Segundo Moura, além da falta de um curso preparatório, o professor ainda enfrenta um quadro complicado por conta do desnivelamento dos alunos, o pouco aprendizado nas séries iniciais, a indisciplina, a falta de respeito, o enfrentamento da delinquência no entorno das escolas e as consequências das drogas dentro e fora do ambiente escolar.

Na ocasião, o parlamentar ainda defendeu o curso de formação de lideranças nas escolas, assim como é feito em alguns órgãos, a citar o Banco do Brasil e as Forças Armadas, que sempre há promoções e treinamentos. “Não se pode politizar a educação. A nova política, tão falada hoje, deve começar pela escola. Não se pode indicar o diretor de escola por um vereador, deputado, governador ou prefeito. A escola necessita de formação de gestores”, destacou.

por Assessoria
da Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais