Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
24
Maio
2020

Curso preparatório para novos professores é defendido pelo senador Confúcio Moura

A medida visa aprimorar a qualificação do professor antes de assumir a sala de aula

Para o Senador Confúcio (MDB-RO) não há outro caminho para melhorar a educação no Brasil que não seja pelo professor, que muitas vezes se sente abandonado à própria sorte na sala de aula, se virando como pode. O parlamentar defendeu em Plenário, na última segunda-feira (25), um curso preparatório para novos professores aprovados em concursos públicos e a formação de lideranças para a categoria.

De acordo com o parlamentar, o delegado de polícia, o agente penitenciário e os policiais militares e civis, ao serem aprovados em concursos, têm um período de preparação na academia de polícia, onde aprende as rotinas, os protocolos, a legislação e a dura vida na atividade. Já o professor, ao ser aprovado em concurso, vai direto para a sala de aula, sem ainda entender a complexidade de conduzir aquele espaço educacional.

Segundo Moura, além da falta de um curso preparatório, o professor ainda enfrenta um quadro complicado por conta do desnivelamento dos alunos, o pouco aprendizado nas séries iniciais, a indisciplina, a falta de respeito, o enfrentamento da delinquência no entorno das escolas e as consequências das drogas dentro e fora do ambiente escolar.

Na ocasião, o parlamentar ainda defendeu o curso de formação de lideranças nas escolas, assim como é feito em alguns órgãos, a citar o Banco do Brasil e as Forças Armadas, que sempre há promoções e treinamentos. “Não se pode politizar a educação. A nova política, tão falada hoje, deve começar pela escola. Não se pode indicar o diretor de escola por um vereador, deputado, governador ou prefeito. A escola necessita de formação de gestores”, destacou.

Notícias Relacionadas