Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
21
nov
2020

DETALHE: Ivani e Paty continuarão presos em Cacoal, decide a Justiça

A Justiça de Cacoal converteu em preventivas as prisões da ex-chefe de gabinete da Prefeitura de Cacoal, Maria Ivani de Araujo Sousa, do ex-presidente da Câmara, Emílio Júnior Mancuso de Almeida, o “Paty Paulista” e de José Carlos Rodrigues Reis, ex-procurador-geral do Município, obrigado a usar tornozeleira eletrônica em casa em razão de ser advogado. Outros dois permanecerão presos e três envolvidos foram soltos, mas apenas o nome do vereador Valdomiro Corá foi revelado.

Por outro lado, a 1ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia deve começar a analisar os habeas corpus apresentados pelas defesas nesta semana. A OAB tenta reverter a decisão do uso de tornozeleira de José Carlos Rodrigues Reis afirmando que não consta na determinação do desembargador Eurico Montenegro, que o livrou da prisão por ser advogado, determinando a custódia em casa.

Notícias Relacionadas