Publicidade

Publicidade

Publicidade

Dia Nacional de Combate ao Colesterol: má alimentação e sedentarismo contribuem para o surgimento da doença

0
Real Turismo

O Dia Nacional de Combate ao Colesterol chama a atenção para problemas decorrentes da elevada concentração dessa gordura no sangue, que é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, entre elas infarto e acidente vascular cerebral, um importante fator de risco de morte. Entre as complicações decorrentes do excesso de colesterol está a aterosclerose, um acúmulo de placas de gorduras nas artérias que impede a passagem do sangue.

O dia 8 de agosto é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Colesterol, criado para a conscientização e prevenção de doenças cardiovasculares. Segundo a endocrinologista Thamy Cambraia, uma doença que hoje está sendo comum, porém sem muita preocupação. “Justificando a correria do dia a dia, a maioria das pessoas trocou a alimentação saudável por consumo de produtos industrializados e fast food, adquirindo hábitos de outros países, o que não é bom”.

 

“Hoje percebemos que o colesterol tem acometido, cada vez mais cedo, jovens, adultos e crianças. Isso por conta do sedentarismo e má alimentação, como excesso de frituras e o elevado consumo de produtos industrializados”, destacou a endocrinologista Thamy Cambraia.

Tendências genéticas, obesidade, diabetes, hipertensão e sedentarismo são fatores que contribuem para a elevação dos índices do colesterol. Em excesso, ele acelera o entupimento de artérias, levando ao infarto ou ao AVC, Acidente Vascular Cerebral.

Hábitos como alcoolismo e tabagismo, associados a níveis elevados de colesterol, contribuem para o aumento do risco de doenças cardiovasculares. O alcoolismo interfere diretamente no fígado, onde o colesterol é metabolizado, e o tabagismo bloqueia a metabolização dessa gordura.

Ainda de acordo com a endocrinologista, a prevenção é o melhor remédio para não adquirir o colesterol alto, como por exemplo, ter uma boa alimentação, e principalmente praticar atividades físicas, e sempre está realizando exames de rotina.

por Secom
da Secom

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais