fbpx
Informação a Serviço da População.

DNIT pode liberar nos próximos dias, um dos lados da Ponte do Riozinho

Real Turismo

Medidas que possam ser adotadas para minimizar o reflexo da interdição total da ponte sobre o rio Riozinho, localizada no km 226 da BR-364, no município de Cacoal, foram discutidas durante reunião ocorrida na tarde de segunda-feira (19) entre o governador Daniel Pereira, juntamente com o superintendente substituto regional do Dnit no Estado de Rondônia, Claudio André, o diretor geral do DER, Luiz Carlos de Souza, do presidente da Fiero, Marcelo Thomé – que se disse preocupado com a interdição que atinge principalmente o setor produtivo, bem como outras autoridades.

A Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em Rondônia, já havia comunicado sobre a interdição, por tempo indeterminado, da ponte sobre o Riozinho. No momento, a interdição atinge as faixas de tráfego, nos dois sentidos da rodovia.

Governador Daniel Pereira discute com o superintendente substituto do Dnit e outras autoridades a interdição da ponte do Riozinho.

Segundo o superintendente substituto, Claudio André, a interdição foi uma medida adotada para a execução de obras de reforço e reabilitação da ponte, em decorrência da identificação de recalque em um dos seus pilares. No entanto, durante a reunião, o governador buscou entendimento para que fosse analisada com total segurança a liberação de um dos lados da ponte respeitando a restrição de peso. Ficou acertado que nos próximos 10 dias será executado o serviço de escoramento na estrutura da ponte para que possa suportar o tráfego.

O diretor do DER, Luiz Carlos de Souza, ressaltou que ficou definido ao Dnit uma análise da situação da ponte na possibilidade de fazer em primeiro momento escoramento com urgência para que possa ser liberada uma via no lado da ponte pelo menos para o tráfico leve e o pesado continua com o desvio já estabelecido pelo Dnit.

Conforme já publicado pelo Dnit, durante a interdição da ponte foi sugerida a seguinte rota alternativa: Pimenta Bueno – entroncamento da RO-010 (p/Nova Estrela de Rondônia) na altura do km 196,9 – entroncamento da RO-383 – Cacoal, na altura do km 239,1 da BR-364. Saindo de Porto Velho é só seguir o percurso inverso.

O excesso de cautela, conforme explicou o governador, se faz necessário e garantiu que estará em Brasília para discutir sobre o problema. A questão da segurança no trecho também foi debatida durante a reunião, visando a atuação rigorosa da Polícia Rodoviária Federal quanto à fiscalização do tráfego sobre a ponte.

Centranet
por Secom Governo de Rondônia
da Secom Governo de Rondônia
Veja mais
Comentários
Carregando...