“Duas Rodas, Uma só Vida”: Detran Rondônia lança projeto direcionado aos motociclistas

0
Real Turismo

Mais de 50% da frota de Rondônia é composta por motocicleta. Em 2018 foram registrados 8.887 acidentes com vítimas não fatais no Estado, sendo que das 394 pessoas que perderam a vida no trânsito no mesmo período, 192 eram motociclistas. Diante dos dados estatísticos o Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran/RO) tem feito ações educativas específicas para motociclistas visando à redução de acidentes e mortes no trânsito.

Nesta sexta-feira (6), o Detran, por meio da Diretoria Técnica de Fiscalização a Ações de Trânsito (Dtfat), lança o projeto “Duas Rodas, Uma só Vida”, a partir das 8h, na Avenida Migrantes com Rio Madeira, nas imediações do Colégio Tiradentes, em Porto Velho, onde será realizado um trabalho educativo específico para motociclistas.

Segundo o diretor da Dtfat, Welton Roney Nunes Ribeiro, será montada uma estrutura no local onde os condutores de motocicletas serão convidados para assistir um vídeo com duração de cinco minutos, onde mostram os principais tipos de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas.

Enquanto os condutores tiverem assistindo ao vídeo, os agentes de trânsito do Detran estarão fazendo vistoria nas motocicletas e, ao pegar o veículo, o condutor será orientado caso tenha a necessidade de fazer o conserto, trocar pneus que estejam sem condições de uso, e a pagar o licenciamento do veículo, se estiver em atraso. “Todos esses fatores contribuem para que ocorram acidentes de trânsito, o veículo precisa passar por revisão periódica para oferecer segurança”, disse o diretor da Dtfat, Welton Roney.

Ao final, o motociclista irá receber do Detran uma antena que protege contra linha de pipa e uma rede para colocar o capacete. A ideia é orientar e conscientizar o motociclista sobre a importância de medidas que visam à sua própria segurança na via. Os que não o fizer, com certeza, uma hora ou outra serão abordados nas fiscalizações repressivas e vão responder conforme determina a lei, mas não vão poder reclamar de desconhecimento, pois o Detran tem intensificado as ações educativas em todo o Estado”, afirmou o diretor da Dtfat.

O diretor geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, explica que a frota do Estado passa de 1 milhão de veículos, mas o Detran trabalha com dados estatísticos da Coordenadoria de Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest) de 2018, que consta uma frota de 970.499 veículos, sendo que 507.597 são motocicletas, o que representa 52,3% da frota.

Porto Velho tem 273.276 veículos, sendo que 38,8% desse são motocicletas, o que representa um total de 106.133 (86.612 – 31,7% motocicleta e 19.521 – 7,1% motoneta). As maiores causas de acidentes envolvendo motociclistas são colisão frontal e lateral, cerca de 80% dos acidentes de forma geral são causados por falha humana.

“Esses dados comprovam que os condutores de motocicleta furam o sinal vermelho ou não respeitam as vias preferenciais e ultrapassam pela direita”, disse o diretor geral do Detran.

Dos 8.887 acidentes envolvendo motociclistas em Rondônia, em 2018, 192 foram com vítimas fatais, outros tantos continuam em tratamento médico, tiveram suas vidas e suas famílias prejudicadas, pois muitos deles eram os provedores do sustento familiar, além do custo que é gerado ao poder público na área da saúde, da previdência social, sem falar que a pessoa deixou de produzir e muitos ficarão impossibilitados de voltar às atividades.

da Governo de Rondônia

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais