Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
18
set
2020

Empresa é denunciada por exceder n° de passageiros em ônibus e descumprir medidas contra Covid-19

A Polícia Militar (PM) foi chamada até a rodoviária de Ariquemes (RO), na noite de domingo (10), depois que passageiros denunciaram um suposto excesso na lotação de um ônibus interestadual.

Aos policiais, um dos passageiros contou ter embarcado no ônibus em Porto Velho, junto com a esposa, mas quando eles chegaram em Ariquemes perceberam um número excessivo de passageiros no veículo. Além disso, a mulher de 32 anos relatou que outra senhora viajou ao seu lado por quase três horas, o que não é permitido.

Pelo decreto estadual de calamidade pública, por causa do coronavírus, os ônibus não podem viajar dentro de Rondônia com mais de 50% da sua capacidade de passageiros.

Aos policiais, o responsável da agência de Ariquemes relatou (em defesa da empresa) que o ônibus denunciado estava em conformidade com o decreto, pois sete dos passageiros eram crianças e estas não seriam computadas para efeito dos 50 % estabelecidos nos decretos.

Segundo a PM, como o decreto estadual não faz referência sobre a situação de crianças em viagens, foi solicitado à empresa um relatório de estatística sobre a lotação do ônibus e também da lista de passageiros. Os documentos foram anexados no registro de boletim de ocorrência.

O boletim policial foi registrado como infração de determinação do poder público, “destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas