Publicidade

Publicidade

Espigão do Oeste: Pai que raptou a filha de um ano é preso em ação conjunta de polícias

Rapto ocorreu na páscoa deste ano, após a mãe da menina pedir o divórcio

0
Real Turismo

Ação da polícias civil de Presidente Prudente (SP) e militar de MS prendeu, na manhã desta quinta-feira (12), Willians Venâncio Dolens, 39, que raptou a  filha de um ano, em Espigão do Oeste (RO). Ele estava no bairro Maria Leite, em Corumbá quando foi preso.

Conforme o Diário Corumbaense, Willians tinha um mandado de prisão em aberto, expedido em 23 de abril deste ano pela 1ª Vara Genérica de Espigão D’Oeste, ocasião em que fugiu com a pequena. A mãe da menina denunciou o caso e desde então ele era procurado pela Polícia.

Willians foi preso em uma casa alugada, onde vivia com a mãe dele, de 67 anos, e a criança. Ela também foi detida e encaminhada, junto com o filho, à 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Segundo informações, Willians e a mãe, estavam na cidade com a criança há cerca de duas semanas.

O Conselho Tutelar foi acionado e encaminhou a menina a um abrigo municipal.

O caso

À imprensa de Rondônia, a mãe da criança, Elza Carolyne Albuquerque, contou que decidiu se separar do marido, porque ele era muito agressivo e a agredia. Eles viviam em uma fazenda próximo a Espigão do Oeste.

Willians não quis a separação e no dia 23 de abril fugiu com a filha, à época com oito meses, e  sem deixar nenhuma pista. Por conta da situação, a mãe deixou a fazenda e caminhou cerca de 21 km até conseguir pegar uma carona e chegar na delegacia daquela cidade, onde denunciou o caso.

Um juiz local concedeu a guarda da criança para Elza e também medida protetiva contra Willians, que teve o mandado de prisão expedido pela Justiça. Ele passou a ser procurado por todo o território nacional e acabou preso nesta quinta-feira em Corumbá, escreveu o Diário Corumbaense.

por Top Midia News
da Top Midia News

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais