Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
03
jul
2020

Estudante de medicina, é assassinada com 15 facadas em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

A arma do crime e um aparelho celular da vitima foi levado pelo autor.

A estudante de medicina, Erika de Lima Corte, 29 anos, foi assassinada com pelo menos 15 facadas, na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que faz divisa com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. A vítima é filha do ex-prefeito de Pontal do Araguaia, Raniel Corte.

Conforme as informações iniciais, a vítima foi encontrada em seu dormitório por uma colega, que acionou a polícia. A estudante tinha duas perfurações na altura do peito e uma no pescoço, onde também apresentava 16 pequenos furos, o que pode indicar que ela poderia ter sido torturada pelo criminoso.

Também não está descartado que ela possa ter sido estuprada. A arma do crime e um aparelho celular da vitima foi levado pelo autor. A estudante estava com o rosto coberto.

Existe a suspeita que o caso possa se tratar de um feminicídio. Isso porque Érika teria comentado com amigos que o ex-namorado, que é brasileiro, não estaria aceitando o término do relacionamento. O fato da estudante estar com o rosto coberto também pode indicar que o suspeito poderia ter algum sentimento pela vítima. O homem, que é o principal suspeito, está desaparecido.

Erika esteve há duas semanas em Barra do Garças, para passar as férias, e retornou ao Paraguai, onde estudava. Ela é filha do ex-prefeito Raniel e Marleide Corte e prima da vereadora de Pontal Fabiana Corte. O corpo será velado em Pontal do Araguaia. (Com informações do Porã News e Semana 7)

Notícias Relacionadas