Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estudante de medicina, é assassinada com 15 facadas em Pedro Juan Caballero, no Paraguai

A arma do crime e um aparelho celular da vitima foi levado pelo autor.

0
Real Turismo

A estudante de medicina, Erika de Lima Corte, 29 anos, foi assassinada com pelo menos 15 facadas, na madrugada desta segunda-feira (20), na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai, que faz divisa com Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul. A vítima é filha do ex-prefeito de Pontal do Araguaia, Raniel Corte.

Conforme as informações iniciais, a vítima foi encontrada em seu dormitório por uma colega, que acionou a polícia. A estudante tinha duas perfurações na altura do peito e uma no pescoço, onde também apresentava 16 pequenos furos, o que pode indicar que ela poderia ter sido torturada pelo criminoso.

Também não está descartado que ela possa ter sido estuprada. A arma do crime e um aparelho celular da vitima foi levado pelo autor. A estudante estava com o rosto coberto.

Existe a suspeita que o caso possa se tratar de um feminicídio. Isso porque Érika teria comentado com amigos que o ex-namorado, que é brasileiro, não estaria aceitando o término do relacionamento. O fato da estudante estar com o rosto coberto também pode indicar que o suspeito poderia ter algum sentimento pela vítima. O homem, que é o principal suspeito, está desaparecido.

Erika esteve há duas semanas em Barra do Garças, para passar as férias, e retornou ao Paraguai, onde estudava. Ela é filha do ex-prefeito Raniel e Marleide Corte e prima da vereadora de Pontal Fabiana Corte. O corpo será velado em Pontal do Araguaia. (Com informações do Porã News e Semana 7)

por Rondoniaovivo
da Rondoniaovivo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais