Compartilhe
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
08
nov
2021

Falta de planejamento? Na primeira chuva forte, água invade casas na Avenida Riachuelo em Pimenta Bueno

A Prefeitura de Pimenta Bueno, deu início às obras de duplicação da Avenida Riachuelo há quase 1 ano, na execução do projeto, o nível da rua aumentou em aproximadamente 50 centímetros segundo alguns moradores do local.

Alguns destes moradores já tiveram essa experiência no passado não muito distante, quando a avenida recebeu o asfaltamento, e na época o nível também subiu, fazendo com as casas que já estavam no local, ficassem por consequência abaixo do nível da rua, o que inevitavelmente resultou no alagamento de algumas residências.

No último dia 10 na câmara de vereadores durante uma sessão extraordinária para tratar do tema, o Prefeito Arismar Araújo foi contundente ao afirmar aos moradores presentes, que a situação desta vez era diferente, e que tinha sido feito estudo técnico, onde foi atestado que as águas da chuva não iram adentrar nas casas que estivessem abaixo do nível da rua.

Contudo, no dia de hoje (24), com a primeira chuva mais forte, a leis da física prevaleceram contra as eventuais palavras do Prefeito, e as águas inundaram algumas residências, levando transtorno aos moradores e prejuízos de ordem financeira e moral.

A obra que se arrasta há meses, não tem previsão de entrega, mas parece não ter tido o devido planejamento na execução, ou simplesmente ignorou a situação daqueles moradores, o que seria um descaso com estes munícipes.

Alguns moradores procuram o Portal Espigão, e enviaram vídeos dos transtornos e da quantidade de água que acumulou dentro e fora de suas residências.

Com a palavra o Prefeito

Procuramos o Prefeito Arismar Araújo para saber a versão da Prefeitura sobre o caso, e o mesmo nos informou que as obras estão a cargo de uma empresa. E que de fato obras causam transtorno, por vezes prejuízos, contudo a Prefeitura é solidária com os moradores e irá assumir a responsabilidade do que lhe competir, e reafirmou que a obra tá sendo executada por uma construtora e que lamenta os transtornos e prejuízos causados.

Ministério Público

Moradores informaram que buscaram o Ministério Público, à procura de uma solução para o caso, e que na oportunidade a manifestação foi no sentido de pedir explicação a administração pública a respeito da obra. Não é do conhecimento se uma eventual Ação Civil Pública será proposta ou algo neste sentido.

Por Roney Ribeiro – DRT 1332/RO

Notícias Relacionadas