Publicidade

Publicidade

Publicidade

Faltam copos descartáveis para os pacientes em Espigão do Oeste

Secretário de Saúde diz que tem recursos para aquisição, falta ser licitado.

O problema das compras se arrasta desde o início da administração segundo uma funcionária.

0
Real Turismo

A denúncia foi feita via Whatsapp do Portal Espigão, por uma mãe que ao levar seu filho para ser atendido no PSF do bairro Vista Alegre, percebeu que não tinha copos descartáveis no local.

Ao indagar uma funcionária do local sobre o problema, a mãe foi informada que já tinha quase 10 dias que o Posto não recebia corpos descartáveis, sendo que para saciar a sede os pacientes deveriam usar um dos copos de vidro que estão disponíveis no local.

Em visita ao PSF, foi possível constatar que a situação ainda perdura até hoje (19/09/2017) e segundo uma funcionária já se passaram quase 20 dias sem copos descartáveis no local. “Eu falo para os pacientes que podem usar a cozinha para lavar os copos antes de beberem, é uma situação chata várias pessoas usando o mesmo copo, então aqueles que queiram eu permito que lavam o copo na cozinha antes de utilizarem”, disse a funcionária do local.

Secretaria de Saúde

Ao procurar o Secretário de Saúde, José Valério, fomos informados que a situação de fato vinha acontecendo há alguns dias, e que desde quando assumiu a pasta, pediu celeridade ao setor de compras da secretaria para que o problema fosse resolvido o quanto antes.

Em conversa com a funcionária responsável pelo setor, fomos informados que devido as constantes mudanças na Secretaria de Saúde, a questão foi ficando para depois sem que fossem tomadas as medidas necessárias. Já o responsável pelo almoxarifado disse que recentemente foram compradas aproximadamente 10 caixas, mas que não são suficientes para atender a demanda municipal.

A equipe informou ainda, que o limite para as compras com dispensa de licitação, já se esgotou, e que vem trabalhando no processo para licitar quantidade suficiente, contudo tem esbarrando na falta de documentos de algumas empresas locais.

Um funcionário informou ainda, que apenas no Hospital Municipal são gastos em média 1.000 copos descartáveis por dia, segundo ele boa parte é desperdício uma vez que por não existe um controle básico,  a exemplo de um dispenser que possui uma alavanca para dispensar apenas um copo por vez, “essa é uma medida simples, básica, mas que poderia com certeza gerar uma economia considerável de copos, hoje o pacote é aberto e deixado em cima dos bebedouros, por vezes a pessoa que vai pegar, acaba puxando mais de um copo descartável,” disse o funcionário.

Ainda segundo o Secretário de Saúde, a prefeitura possui recursos suficientes para aquisição, contudo tem esbarrado na burocracia, disse ainda que irá cobrar de sua equipe maior agilidade com os processos dessa natureza.

No PSF do bairro Cidade Alta tinha copos descartáveis, contudo em pouca quantidade segundo funcionários.

 

por Portal Espigão
da Portal Espigão

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarVeja Mais